Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: Fé cega na justiça do VAR é a cloroquina do futebol brasileiro

Há quem tenha fé que o VAR veio para trazer justiça e que merece credibilidade!

São Paulo

A fé tá na maré, na lâmina de um punhal, oh, oh, na luz, na escuridão... Alô, povão, agora é fé! Fé é algo subjetivo. Há quem veja Jesus na goiabeira e já teve piloto que viu Deus na curva; há quem acredite que a pastora Flordelis e o padre Robson defendem a "família" e há quem acredite que a CBF trabalhe pelo futebol brasileiro; há quem bote fé na mamadeira de piroca, na cloroquina e há quem diga que Neymar Jr. virou o adulto Ney...

Nesse cenário, no país onde o lunático que tem obrigação constitucional de defender o estado laico ameaçou indicar alguém "terrivelmente evangélico" ao STF, há quem tenha fé que o VAR veio para trazer justiça e que merece credibilidade!

O santista Marinho comemora o seu gol contra  Vasco, mas o Peixe levou o empate depois da atuação do VAR
O santista Marinho comemora o seu gol contra Vasco, mas o Peixe levou o empate depois da atuação do VAR - Ivan Storti - 2.set.20/Santos FC/Divulgação

Poderia falar aqui para palmeirenses, são-paulinos ou corinthianos, exemplos no atacado não faltam, mas como não há espaço para relatar todos os absurdos, concentremos só nas duas últimas partidas do Santos:

1) Por que o santista tem que acreditar que aquelas linhas (demoradas!) foram traçadas de forma correta e que as imagens foram paradas exatamente no momento em que, respectivamente, Pará e Marinho tocaram na bola nos dois gols (bem?) anulados contra o Flamengo?

2) Por que não foram e não são disponibilizados em todos os casos os áudios e as imagens do VAR trabalhando até chegar aos vereditos de impedimento?

3) O mesmo questionamento vale para o gol (legal?) validado, com a mesma interminável e insuportável demora, do volante vascaíno Fellipe Bastos.

4) Na pátria do Power Point, que tem picaretas e picaretagens em todas as áreas, sem exceções, por que o santista tem que acreditar que o VAR também chamaria para convencer o juiz a dar o pênalti (que eu não marcaria) que Cano converteu no 2 a 2 se fosse a seu favor?

Resumo: sem clubismo nem bairrismo, o VAR é um lixo democrático porque prejudica todos. E assassina a alma do jogo!

*

Allan Kardec: "Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da humanidade".

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca! E no agora.com.br!

*

Apito

Antes de inventar um pênalti para o InterVARcional contra o Palmeiras, o Colorado poderia ter aberto o placar em uma bola que, aparentemente, entrou totalmente na meta de Weverton. Se a tecnologia não é capaz de afirmar se foi gol ou não, como não foi, como se pode ter certeza em impedimentos (ou não) milimétricos?

VAR

O Atlético-MG goleou o São Paulo por 3 a 0, mas nunca saberemos qual seria o placar se o lixo do VAR não tivesse brigado com a imagem e anulado o 1 a 0 para o São Paulo ao criar "impedimento" de Luciano. Palpites de amanhã do CovidãoBR de VARtebol: Corinthians 1 x 0 Botafogo, Ceará 1 x 0 Santos e Flamengo 3 x 1 Fortaleza.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.