Thiago Mendes quer parar Neymar e Mbappé para levar o Lyon à ponta do Francês

Equipe do ex-volante do São Paulo tem a chance de ultrapassar rival neste domingo

São Paulo

Desde que deixou o Brasil, em 2017, quando se transferiu do São Paulo para o futebol francês, o volante Thiago Mendes sonha em conquistar o seu primeiro título na Europa.

Em sua terceira temporada no Velho Continente, o objetivo dele, enfim, começa a ficar mais próximo. Neste domingo (13), o Lyon, equipe que o brasileiro defende desde 2019, tem a chance de assumir a ponta do Campeonato Francês. Para isso, precisa vencer justamente o atual líder, PSG, às 17h, no Parc des Princes.

"É um jogo de extrema importância para nós. Não só pela tabela, mas pela rivalidade que existe", afirmou o volante em entrevista ao Agora.

Zagueiro brasileiro Thiago Mendes durante partida pelo Lyon
Zagueiro brasileiro Thiago Mendes durante partida pelo Lyon - Lyon/Divulgação

Desde fevereiro de 2019 o Lyon não consegue vencer o PSG. Foram três derrotas e um empate no período, sendo este último especialmente lamentado pelo time de Mendes por ter sido na decisão da Copa da Liga Francesa. Após uma igualdade sem gols no tempo normal, o time da capital venceu nos pênaltis, 6 a 5.

Nos outros três jogos, o ataque parisiense deu mais dor de cabeça ao Lyon, ao marcar dez gols, sendo seis deles da dupla Neymar e Mbappé, craques que preocupam Mendes.

"São jogadores de alto nível, já conhecemos bem o estilo de jogo de cada um, qualquer detalhe poderá ser fatal", analisa o volante. "Mas nós também temos peças importantes para fazer uma grande partida para sair com os três pontos. Vamos entrar no 220 [volts] para não dar espaço para eles ", acrescenta.

Os três pontos são justamente o que o Lyon necessita para tomar a liderança da tabela. A equipe soma 26 até aqui, dois a menos do que o PSG.

Só o fato de estar entre os três primeiros colocados já é bastante festejados pelos jogadores do Lyon. Na temporada passada, o encerramento do Francês restando ainda dez rodadas para o fim do torneio devido à pandemia do novo coronavírus impediu o time de brigar por vaga na Liga dos Campeões e na Liga Europa.

O Lyon acabou edição 2019/2020 do Nacional em sétimo, justamente na primeira posição que não dá acesso a nenhuma das competições continentais.

A equipe ficou pelo meio da tabela porque resolveu priorizar a disputa da Liga dos Campeões, torneio em que conseguiu ser uma das sensações. O time chegou até à semifinal, passando por Juventus e City nas fases anteriores. Só foi eliminado pelo Bayern de Munique, que venceria o PSG na decisão e ficaria com o título europeu.

"Querendo ou não, quando a gente saiu da Liga dos Campeões acabou desmotivando um pouco os jogadores", admite Thiago Mendes. "E a gente tinha priorizado a Liga e se encontrava em uma posição que não era favorável no Francês. Não nos classificamos nem para a Liga Europa."

Fora dos gramados, o volante também passou por um momento turbulento na carreira durante a última temporada, quando a mulher dele, Kelly Mendes, criticou publicamente o técnico Rudi Garcia por deixar Mendes na reserva em alguns jogos importantes do time, como o confronto com a Juventus.

Como consequência, o jogador acabou amargando um tempo ainda maior sem ser titular e, em alguns jogos, nem sequer era escalado. Segundo o volante, o episódio já está superado.

"Para mim, foi tudo resolvido. Para o treinador também deve estar resolvido. Estou fazendo o meu trabalho. Se ele optar por eu jogar ou não é por conta dele", disse. Este ano, ele atuou em 9 dos 13 jogos da equipe, sendo 7 deles como titular.

Ao todo, desde que chegou ao clube, Thiago Mendes disputou 46 partidas e ainda busca o seu primeiro gol pelo Lyon. "Eu me cobro bastante para fazer gols, mas acho fundamental ajudar meus companheiros a buscar as vitórias. Aqui, eu tenho jogado mais como primeiro volante, então é mais difícil de chegar. Mas eu sempre tento pisar na área para buscar o meu gol."

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.