Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: Mbappé comanda a gigante vitória do PSG em Munique

Francês é um candidato real ao prêmio de melhor do mundo

São Paulo

Como fui levando, não sei lhe explicar, fui assim levando ele a me levar, e na sua meninice ele um dia me disse que chegava lá, olha aí, olha aí, olha aí, ai, o meu guri... Alô, povão, agora é fé! Um dia após Vinicius Junior roubar a cena e detonar pelo Real Madrid, foi a vez do cracaço Mbappé marcar duas vezes e decidir o 3 a 2 do PSG em cima do ex-favorito Bayern de Munique. Vale lembrar que o atacante francês já tinha sido o cara da classificação sobre o Barcelona e, até por isso, se coloca como candidato real ao prêmio de melhor do mundo.

Mbappé comemora o seu primeiro gol sobre o Bayern de Munique, deixando o PSG com uma ótima vantagem na Liga dos Campeões
Mbappé comemora o seu primeiro gol sobre o Bayern de Munique, deixando o PSG com uma ótima vantagem na Liga dos Campeões - Christof Stache/AFP

Os brasileiros Marquinhos, autor do segundo gol, Neymar, que participou com os passes ("assistência" é fronhice de basqueteiro) de dois gols, e o subestimado paredão Navas foram ótimos coadjuvantes. Do outro lado, o goleador Lewandowski fez muita falta e, certamente, se tivesse em campo, faria que a equipe bávara tivesse mais precisão nas finalizações. E Neuer, o melhor goleiro do mundo (e um dos maiores de todos os tempos), engoliu um galeto no tento inaugural do PSG.

O favoritismo para avançar à semifinal agora está do lado francês, mas, dada a qualidade do Bayern, ainda há disputa. O mesmo não se pode dizer do outro confronto do dia: com o categórico 2 a 0 no Porto, o Chelsea já pode se considerar semifinalista e sabe que será zebra contra Liverpool ou, mais provável, Real Madrid.

A política genocida do desgoverno Bolsonaro de abrir mão de milhões de vacinas e insistir nos inúteis "tratamento precoce", "kit Covid" e "cloroquina" atingiu a marca de 341.097 MORTOS da "gripezinha", 3.733 MORTES nas últimas 24 horas. Neymar, que fez arminhas com a mão e, a exemplo do papai, apoia o governo, não se posicionou sobre os óbitos. Vai ver ele acha que é "mimimi", talkey! Ele não é muito pior de quem aprova e defende a ignóbil e canalha lei fura-fila de vacina!
Viva a memória!

Guimarães Rosa: "Viver é um rasgar-se e remendar-se".

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca! No agora.com.br! E no youtube.com/blogdovitao!

Luiz Adriano
Da série "quem nunca atropelou um ciclista ao levar a mãe (!) e o coronavírus para fazer compras em um supermercado dentro de um shopping, após testar positivo para Covid, que atire a primeira pedra, talkey", é inacreditável que haja "gente" que passe pano e minimize tamanhos mau-caratismo e irresponsabilidade!

Melhor não dar ideia
Luiz Adriano não atuou na Recopa e está fora também da decisão da Supercopa, domingo, em Brasília, contra o Flamengo. Gabigol, aquele da janta em cassino clandestino, está, por ora, confirmado. Até o momento, a CBF não convidou a dupla para protagonizar campanha em defesa do "seguro protocolo do futebol".

Vitor Guedes
Vitor Guedes

44 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.