Caixa dá desconto de até 90% em dívidas de 720 mil clientes em São Paulo

Campanha de renegociação teve início nesta terça (28) e vai durar 90 dias

Clayton Castelani
São Paulo

Cerca de 720 mil clientes da Caixa Econômica no estado de São Paulo podem renegociar dívidas com o banco com descontos que variam entre 40% e 90% para pagamento à vista.

Os paulistas representam 24,4% dos 2,9 milhões de clientes do banco que são alvo da campanha de quitação de débitos lançada pela Caixa nesta terça (28) em todo o país.

Agência da Caixa Econômica Federal na avenida Paulista
Agência da Caixa Econômica Federal na avenida Paulista; 720 mil moradores de SP podem renegociar dívidas com banco - Gabriel Cabral/Folhapres

Nove entre dez devedores são pessoas físicas. O restante é composto por pessoas jurídicas (empresários, prestadores de serviço, entre outros). 

A dívida a ser renegociada é de R$ 4,1 bilhões no país. Em São Paulo, os débitos acumulados são de R$ 1,028 bilhão —25% do montante nacional. Os valores já consideram os descontos. 

A regularização é voltada para débitos com atraso superior a 360 dias. Para participar, o cliente precisa ter em mãos o dinheiro para pagar o valor combinado.

Débitos com garantia, como crédito habitacional, não estão incluídos

Entre os 2,6 milhões de devedores que são pessoas físicas, 92% poderão quitar suas dívidas à vista por valores inferiores a R$ 2.000. 

Para as 320 mil pessoas jurídicas, 65% têm possibilidade de quitar à vista com valores inferiores a R$ 5.000.

A ação iniciada nesta segunda vai durar 90 dias em todo o território nacional. 

Os clientes poderão receber atendimento por meio do site www.negociardividas.caixa.gov.br, pelo telefone 0800 726 8068 opção 8, nas redes sociais da Caixa no Facebook (facebook.com/caixa), Twitter (twitter.com/caixa) e agências.

 

Algumas cidades receberão os caminhões com o nome da campanha, que é Você no Azul. As unidades funcionarão como agências móveis instaladas.

Cinco caminhões realizarão o atendimento em grandes cidades.

Os clientes também poderão ser contatados por empresas de recuperação de crédito, contratadas pela Caixa, além de SMS e outras formas de comunicação, que têm como objetivo divulgar as alternativas negociais disponíveis.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.