Ford demitirá 7.000 em todo o mundo; medida inclui Brasil

Em fevereiro, a empresa anunciou que fechará até o fim de 2019 a fábrica de São Bernardo do Campo

Laíssa Barros
São Paulo

A Ford confirmou nesta segunda-feira (20) que fará uma restruturação global e demitirá 7.000 funcionários administrativos pelo mundo, o que representa 10% dos empregados dessa área.

Os cortes renderão à montadora uma economia anual de cerca de US$ 600 milhões (R$ 2,4 bilhões).

A empresa americana disse que a maior parte dessa reestruturação já está finalizada na América do Norte e será concluída até agosto nas demais regiões, o que inclui o Brasil. 

Esse movimento da Ford já havia sido sentido anteriormente no país. Em fevereiro, a empresa anunciou que fechará, até o fim de 2019, a fábrica de São Bernardo do Campo, hoje com 2.800 funcionários. 

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.