Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Leitor reclama de atendimento no Detran; veja outras reclamações

Aposentado afirma que não recebeu informações adequadas

Patrícia Pasquini Havolene Valinhos
São Paulo

O aposentado Roberto Moreira da Silva, 60 anos, de Cotia (Grande SP), queixa-se da informação errada que recebeu de uma funcionária do Detran.SP.

“Ao ver que eu havia ultrapassado a pontuação, ela não deu sequência ao atendimento e mandou eu ir até a Armênia. Se eu não fosse atento, poderia ter perdido o prazo e a carteira de motorista”, diz. 

Leitor ficou com medo de perder prazo e a carteira de motorista
Leitor ficou com medo de perder prazo e a carteira de motorista - Rivaldo Gomes 7 mar. 2018/Folhapress

Posto deve ser informado

Em relação ao atendimento, a assessoria de imprensa do Detran.SP solicita que o cidadão informe o posto onde foi orientado antes de ir à Armênia e registre reclamação no portal www.detran.sp.gov.br, aba “Atendimento”. O leitor agradeceu a ajuda do jornal.

_________________________________

Veja outras reclamações

Vivo

O comerciante Valter Luiz Pereira Silva, 52 anos, de Assis (434 km de SP), ficou cerca de 15 dias com a linha telefônica de seu comércio cortada. “Ninguém solicitou [o cancelamento]. A linha tem mais de 20 anos. Liguei na Vivo e prometeram resolver, mas ninguém fez nada”, diz.

O leitor diz que, para cada tentativa de reaver o serviço, ouviu uma desculpa diferente. “Falaram que eu solicitei. Então, quis a gravação. A atendente pediu o protocolo, que não existe”, relata.

Silva quer a linha de volta, porque depende dela para trabalhar. “Estou no prejuízo”, queixa-se.

Resposta

A Vivo informa, em nota, que entrou em contato com o cliente e ele informou que a dificuldade já foi solucionada. Ao Agora o leitor confirmou a informação. “A reclamação foi resolvida rapidamente depois que contatei o jornal.” Questionado sobre o ressarcimento do prejuízo devido ao período em que a linha ficou cortada, o leitor disse que não irá pleitear. “Está tudo certo. Só queria o telefone de volta.” Sabesp

Sabesp

A desempregada Ericka Rafaella Neres Bispo Mendes, 21 anos, de Carapicuíba (Grande SP), afirma que acionou a Sabesp pela conta de água cara e foi detectado vazamento. “Uma noite, encontrei um buraco na calçada e uma ordem de corte de água no meu portão. O problema é que a água nunca foi cortada e as contas não chegam mais desde outubro.”

Resposta

A Sabesp informa que a emissão de contas já está reativada e a cliente foi orientada a procurar a agência para negociação dos débitos. A leitora disse ao Agora que negociou o débito de uma conta, mas que não assumirá o erro pelo não envio das demais.

Prefeitura

O aposentado Tadeu Behr, 70 anos, de Vila Gumercindo (zona sul), voltou a queixar-se dos buracos e do afundamento da rua Santa Cruz, no trecho entre o viaduto que passa sobre as avenidas Ricardo Jafet e do Cursino, na mesma região. Fizeram uma parte, mas de maneira horrível. Já liguei para o 156 muitas vezes, mas não adianta”, reclama.

 Resposta

A Prefeitura de São Paulo informa que uma vistoria conjunta entre técnicos das secretarias das subprefeituras e de infraestrutura urbana e obras foi realizada no local no dia 30 de abril. O órgão diz que as providências cabíveis serão tomadas.

Metrô

O aposentado Barys Custódio Correa, 82 anos, de Santa Cecília (região central), conta que, há aproximadamente 15 dias, os banheiros da estação Marechal Deodoro do Metrô foram fechados. O leitor afirma que já tentou reclamar, mas não adiantou. “É absurda essa situação. Os usuários do Metrô têm o direito de usar o banheiro”, queixa-se Correa.

Resposta

O Metrô decidiu pelo fechamento dos banheiros da área livre da estação após detectar o constante mau uso, depredação e atos de vandalismo no local. A companhia planeja construir dois novos sanitários após as catracas, para passageiros, já na área paga da estação.

Sky

O aposentado Apolinário Rodrigues Figueiredo, de Bernardo do Campo (ABC), afirma que não é cliente da Sky. No entanto, a operadora tem enviado cobranças indevidamente. “Estão me incomodando todos os dias. Não aguento mais receber ligações de um serviço que nem utilizo. É uma afronta. Peço a intervenção do Defesa do Cidadão para resolver o caso.”

Resposta

A Sky informa que havia uma assinatura irregular, feita por outra pessoa, e registrada no nome do consumidor. A operadora diz que a assinatura e os valores em aberto foram cancelados. O consumidor foi orientado pela empresa a desconsiderar quaisquer cobranças.

Claro

O corretor Edilson Santos Santana, 42 anos, de Santos (72 km de SP), diz que a Claro prometeu dar um desconto por dois anos na mensalidade de sua linha de telefone fixo, após o serviço ter apresentado falhas em outubro do ano passado. Porém, o leitor afirma que o acordo não está sendo cumprido pela empresa. “É um descaso com o cliente.”

Resposta

 Até a conclusão desta edição, a Claro ainda não havia se manifestado sobre o assunto. “Até o momento ninguém da Claro me ligou. Exijo que concedam o desconto”, disse o leitor Edilson Santos Santana em novo contato com o Agora.
 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.