Descrição de chapéu INSS Defesa do Cidadão

Falha em cadastro emperra aposentadoria do INSS

Trabalhadora doméstica teve contribuições registradas em nome de outra segurada e aposentadoria não sai

Clayton Castelani
São Paulo

Um descuido do patrão emperrou a aposentadoria da trabalhadora doméstica Alaíde Costa de Oliveira, 60 anos, que desde julho do ano passado tenta receber o benefício.

Ao pedir a aposentadoria por idade ao INSS, a segurada tinha certeza de que já havia completado a carência de 15 anos recolhendo para a Previdência _a outra exigência para a mulher é ter 60 anos de idade.

Alaide Costa de Oliveira fez o pedido ao INSS em julho de 2018, mas ainda não conseguiu receber o benefício - Rivaldo Gomes/Folhapress

O benefício, porém, foi negado porque, ao analisar o cadastro da trabalhadora, o órgão contou 179 contribuições mensais, uma a menos do que as 180 necessárias para a concessão. 
"Na verdade, eu tenho 185 contribuições, mas seis delas foram feitas por engano no NIT (Número de Identificação do Trabalhador) de outra empregada que trabalhava no mesmo local."


Com a colaboração da colega de trabalho, Alaíde afirma ter conseguido as provas de que cumpriu a carência para se aposentar. "Minha sorte é que a outra funcionária é conhecida", disse.
Após um vaivém de documentações entregues na agência da Previdência, a segurada afirma ter apresentado um recurso em fevereiro deste ano. 


"A Junta de Recursos da Previdência já devolveu o meu processo para a agência, então eu quero saber porque não me chamam logo e liberam essa aposentadoria", reclama. "Daqui a pouco completo 61 anos e ainda não me aposentei."

Resposta

Recurso ainda será julgado

O INSS informou que a Junta de Recursos enviou o processo à agência da Previdência Social em Suzano para que a unidade levantasse mais informações para o julgamento. A agência Suzano cumpriu a exigência e devolveu o documento à Junta de Recursos.

Segundo o órgão, Alaíde será informada da decisão quando o julgamento for finalizado. Ela pode acompanhar as fases do processo pela internet, no endereço gov.br/meuinss ou pelo 135.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.