Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Idoso tenta receber benefício assistencial do INSS

Leitor entregou a documentação para o pedido do BPC em abril e aguarda resposta

Ana Paula Branco
São Paulo

O loteador Helio Azem, 77 anos, deu entrada no pedido do BPC (Benefício de Prestação Continuada) em 22 de fevereiro deste ano. Ele afirma que entregou toda a documentação em abril, mas não recebeu resposta do INSS até o momento.

O loteador Helio Azem, 77 anos, acredita ter direito ao benefício assistencial e afirma que deixou relatório médico para o instituto analisar
O loteador Helio Azem, 77 anos, acredita ter direito ao benefício assistencial e afirma que deixou relatório médico para o instituto analisar - Rivaldo Gomes/Folhapress


"Eles só dizem que estão analisando. Fiquei três horas na agência do Butantã para nada", relata o leitor.

O auxílio mensal, no valor de um salário mínimo, é destinado a pessoas com deficiência ou acima de 65 anos que possuam renda familiar de até um quarto do salário mínimo por pessoa.

Azem conta que sofreu um infarto há muitos anos e tem dois stents (pequenas próteses colocadas no interior de uma artéria para evitar a obstrução dos vasos sanguíneos). "Eu deixei o relatório médico e a carta da perícia com o pedido do benefício. Sei que tenho direito", afirma o leitor.

"Paguei o INSS por 25 anos e, agora que preciso, não tenho auxílio. Preciso pagar aluguel e não tenho ajuda", afirma Azem.

Por se tratar de um benefício assistencial, não é necessário ter contribuído ao INSS para ter direito. Porém, o BPC não é uma aposentadoria nem pensão e não dá direito ao 13º salário.

Para solicitar o BPC é preciso se inscrever no Cadastro Único em um Cras (Centro de Referência da Assistência Social). Depois, agendar atendimento no INSS pelo telefone 135 ou pelo site www.previdencia.gov.br. 

O loteador Helio Azem, 77 anos, acredita ter direito ao benefício assistencial e afirma que deixou relatório médico para o instituto analisar 

Instituto pede mais documentos

O INSS esclarece que o pedido do benefício assistencial a pessoa com deficiência foi para análise, que concluiu haver a necessidade de cumprimento de algumas exigências por parte do segurado.

O órgão diz que enviou correspondência ao leitor informando os documentos que precisam ser apresentados para continuidade do andamento do processo. Em 11 de julho, o segurado entregou os documentos exigidos.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.