Descrição de chapéu INSS

Descontos nos salários vão mudar com a reforma da Previdência

Trabalhadores da iniciativa privada e servidores terão alíquotas maiores de contribuição nos salários

Os trabalhadores da iniciativa privada e os servidores públicos terão novos descontos nos salários após a reforma da Previdência.

Segundo a PEC (proposta de emenda à Constituição), as novas alíquotas vão começar a valer a partir do primeiro dia do quarto mês após a publicação da emenda constitucional.

Tanto para os funcionários públicos quanto para os demais profissionais haverá casos em que se pagará um valor menor de contribuição. No caso dos servidores, as alíquotas poderão chegar a 22%.

Novos descontos dos salários 

A reforma também muda a tabela de contribuição previdenciária
O desconto passa ser feito por partes e será aplicado sobre cada faixa salarial
Alguns trabalhadores pagarão mais, outros menos


A nova tabela

  • Até um salário mínimo (de R$ 988 neste ano): 7,5%
  • Acima de um salário até R$ 2.000: 9%
  • De R$ 2.000,01 a R$ 3.000: 12%
  • De R$ 3000,01 até o teto (de R$ 5.839,45): 14%

As alíquotas efetivas, porém, são um pouco diferente:

  • Até um salário mínimo (de R$ 988 neste ano): 7,5%
  • Acima de um salário até R$ 2.000: 7,5% a 8,25%
  • De R$ 2.000,01 a R$ 3.000: 8,25% a 9,5%
  • De R$ 3000,01 até o teto (de R$ 5.839,45): 9,5% a 11,69%
Núcleo de Imagem
Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.