Funcionalismo: servidores públicos federais usarão aplicativo de transporte

Aplicativo TaxiGov já é utilizado no Distrito Federal desde 2017 e foi implantado no Rio de Janeiro neste mês

Havolene Valinhos
São Paulo

A partir de novembro, os servidores públicos de 19 órgãos federais de São Paulo, incluindo hospitais, agências reguladoras, institutos federais e universidades começarão a utilizar o aplicativo TaxiGov na capital e na Grande SP no horário de expediente.

O Ministério da Economia decidiu estender para a capital paulista e a Grande SP o mesmo modelo de transporte de servidores e colaboradores do governo que já é utilizado no Distrito Federal desde 2017 e que foi implantado no Rio de Janeiro neste mês.

Funcionários públicos federais começarão a utilizar aplicativo de transporte a partir de novembro
Funcionários públicos federais começarão a utilizar aplicativo de transporte a partir de novembro - Gabriel Cabral/Folhapress

O secretário de Gestão do Ministério da Economia, Cristiano Hecker, diz que o quilômetro rodado custará R$ 2,83, valor que, segundo a pasta, é 60% inferior ao atual.

Segundo Hecker, a contratação feita pelo Ministério da Economia equivale a 1,2 milhão de quilômetros que deverão ser percorridos em um ano, totalizando R$ 3,4 milhões.

"A iniciativa gera economia aos cofres públicos. Cada órgão tinha frota própria ou locada, além de precisar fazer a manutenção dos veículos e a gestão do processo, que, a partir de agora, será centralizado”, diz  Hecker.   

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.