Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Leitor reclama de programa de milhas da Smiles

Professor da zona leste afirma que pagou por um plano no qual receberia milhas, mas, diz ele, a empresa não cumpriu o combinado

Kelly Mantovani
São Paulo

O professor Eduardo Jesus Conceição, 42 anos, do Aricanduva (zona leste), conta que é cliente da Smiles há mais de dez anos e, em agosto, decidiu contratar um serviço do Clube Smiles, com a promessa de obter mais vantagens em milhas de viagens, mas não foi o que aconteceu.

Segundo informações do leitor, ele contratou o plano de milhas pelo qual pagaria 12 parcelas de R$ 42. “Disseram que eu ganharia 7.000 milhas de bônus na hora, além da reativação de 23.587 milhas por R$ 1.415, e mais 51.891 milhas com direito a cinco reservas grátis.” Porém, ele afirma não ter recebido nada.

Eduardo de Jesus Conceição, 42 anos, conta que aceitou oferta da Smiles, pagou por milhas, mas não recebeu nem os bônus prometidos  - Martha Salomão/Folhapress

“Não recebi nenhum bônus em milhas do clube e nem da reativação. Além do mais, cobraram taxas de embarque que saíram, no total, R$ 1.527. Comprei a passagem logo após a contratação”, conta o professor à reportagem. 

Conceição reclama de não ter sido informado de que as taxas seriam cobradas. “A sorte é que eu tinha o dinheiro para pagar na hora. Imagine se não tivesse, eu perderia a viagem. Se eu soubesse que seria essa confusão, não teria contratado o serviço”, afirma. 

“Nunca vi nada parecido. É um desrespeito total. Propaganda enganosa.” Ele diz que fez diversas ligações para a central de atendimento da Smiles, mas não conseguiu resolver o caso. “Quero o cancelamento do serviço e meu dinheiro de volta”, diz. 

Empresa entra em contato 

A Smiles informa, por meio de nota de sua assessoria de imprensa, que entrou em contato com o cliente Eduardo Jesus Conceição e o caso foi resolvido.

A central de relacionamento da empresa diz ainda estar à disposição pelo site www.smiles.com.br ou pelos telefones: 0300-1157001 e 0300-1157007 (diariamente, 24 horas, custo de uma ligação local).
Em novo contato com o Agora, o leitor confirmou a informação. “Finalmente resolveram a situação.”

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.