Descrição de chapéu INSS Previdência

Saiba como pedir benefício e revisão do INSS sem sair de casa

Pandemia do coronavírus fecha agências e amplia os serviços disponíveis pelo site do instituto

São Paulo

Quase todos os serviços do INSS já podem ser solicitados e acompanhados a distância pelo segurado, por meio do site ou do aplicativo de celular Meu INSS.

O sistema permite que o segurado encaminhe a documentação necessária sem precisar comparecer a uma unidade do INSS.

Com a pandemia do novo coronavírus, o instituto anunciou que suas agências estarão fechadas até 30 de abril, podendo ampliar este prazo, para evitar a propagação da doença.

Segundo o INSS, os servidores que vão trabalhar em regime de teletrabalho, terão metas de desempenho, "o que garantirá ao segurado maior agilidade na análise dos requerimentos".

Com o fechamento das agências, o INSS vai liberar os segurados da perícia médica presencial para requerer auxílio-doença e BPC (benefício assistencial), transferindo esses serviços também para o Meu INSS.

Segundo o instituto, a análise será só com o atestado médico do trabalhador doente. A ferramenta para envio do atestado médico, porém, ainda será disponibilizada no Meu INSS.

O órgão afirma que a habilitação do sistema ocorrerá somente após votação de projeto de lei, que será analisado pelo Congresso.

"Aos segurados que ainda precisam marcar uma perícia, esclarecemos que o agendamento pode ser feito normalmente pelo Meu INSS ou pelo telefone 135", esclarece, em nota.

"O segurado deve aguardar a disponibilização da ferramenta no Meu INSS para o envio do atestado", completa o INSS.

De acordo com relatos de advogados previdenciários e de segurados, o Meu INSS tem apresentado falhas. Segundo a advogada Adriane Bramante, do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário), o sistema de recursos voltou a funcionar nesta terça-feira (23). "Ficou desde sexta [20] indisponível", diz.

O INSS afirma, porém, que "não foi reportada nenhuma falha no aplicativo".

AGÊNCIAS DO INSS FECHADAS | VEJA COMO SER ATENDIDO PELA INTERNET

  • O portal Meu INSS está disponível no site meu.inss.gov.br ou por aplicativo para Android e IOS
  • O acesso é feito por meio do Login Único do Governo Federal
  • Caso já tenha uma senha, clique em “Entrar”

Se não tem senha

  • Escolha a opção para cadastrar uma senha
  • Digite seu CPF, nome completo, telefone e e-mail no formulário
  • Clique em “Eu não sou um robô” e aceite os termos de uso
  • Responda as perguntas corretamente

Com esse Login Único o usuário terá acesso não só ao Meu INSS como a todos os serviços públicos digitais do Governo Federal

Serviços disponíveis no Meu INSS
Segundo o INSS, 90 dos 96 serviços do instituto são feitos pelo Meu INSS. Entre eles:

  • Pedido e acompanhamento do pedido de aposentadorias, benefício assistencial e pensão por morte
  • Pedido e acompanhamento do salário maternidade urbano
  • Acesso ao Cnis (extrato previdenciário)
  • Acesso ao extrato de empréstimo consignado
  • Acesso ao extrato para Imposto de Renda
  • Acesso à carta de concessão do benefício
  • Agendamento e resultado de perícia médica
  • Consulta à revisão de benefício – artigo 29
  • Pedido de recurso de benefício por incapacidade
  • Pedido de revisão do benefício
  • Pedido de cessação de benefício por óbito
  • Cadastro ou renovação de representante legal
  • Atualização de dados cadastrais do beneficiário
  • Solicitação de pagamento de benefício não recebido
  • Bloqueio/desbloqueio do benefício para empréstimo
  • Acesso à certidão para saque de PIS/PASEP/FGTS
  • Solicitação de exclusão de empréstimo consignado
  • Cadastro de pensão alimentícia
  • Cálculo de contribuição em atraso, emissão e/ou cálculo de GPS
  • Atualização de dados cadastrais

Documentos

  • Os documentos necessários para o requerimento depende de cada serviço ou benefício
  • No geral, o segurado precisa dos documentos pessoais e carteira de trabalho
  • Além deles, cada benefício pode ter um documento específico, como certidão de nascimento da criança, no caso de salário maternidade, e atestado de óbito, na pensão por morte

Como incluir os documentos

  • Antes de acessar o sistema para protocolar os requerimentos, organize e digitalize toda a documentação, pois o sistema expira ao ficar inativo por algum tempo
  • A documentação deve estar no formato de arquivo PDF. Se o documento não for o original, a cópia precisa estar autenticada.
  • Digitalize os documentos seguindo a ordem informada pelo INSS para o benefício que será solicitado
  • Sempre que possível, o segurado deve digitalizar os documentos em um arquivo único, para que o atendente não tenha que baixar cada um deles, facilitando a análise. O anexo não pode ultrapassar o tamanho de 30 MB


Para acompanhar o pedido, o segurado pode clicar em “Agendamento/Solicitações”
Esse é o primeiro item da seção de serviços sem senha, em destaque na tela que aparece para o usuário que entra no site

Perícia médica

  • Por causa da pandemia do novo coronavírus, o INSS dispensou o segurado de comparecer em uma agência para a perícia médica
  • A análise de requerimentos de auxílio-doença e BPC (Benefício de Prestação Continuada) para pessoa com deficiência será por meio do atestado médico, enviado pelo Meu INSS
  • No entanto, o sistema ainda não está habilitado para receber o requerimento e os documentos
  • De acordo com a Secretaria de Previdência, por meio do INSS, o Projeto de Lei deve ser enviado ao Congresso nos próximos dias. Após o envio, serão divulgados os detalhes para a implantação das medidas


Fontes: INSS, advogados e reportagem

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.