Confira o calendário de crédito e saque emergencial do FGTS

Trabalhador poderá consultar valor a partir de segunda-feira

São Paulo

A Caixa Econômica Federal divulgou neste sábado o calendário do resgate emergencial de R$ 1.045 do FGTS. O crédito em conta digital será realizado a partir do dia 29 de junho (segunda-feira), pelo aplicativo Caixa Tem, usado também no pagamento do auxílio emergencial de R$ 600. Os saques em dinheiro começam apenas no dia 25 de julho.

Podem receber a grana todos os trabalhadores com saldo em conta ativa (emprego atual) ou inativa (empregos anteriores), com valor limitado a R$ 1.045.

A partir da próxima segunda-feira (15), o trabalhador poderá consultar no site www.fgts.caixa.gov.br ou pelo Disque 111 o valor que poderá sacar e saber a data em que a grana será creditada na conta de poupança social do Caixa Tem.

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, após o crédito dos valores no Caixa Tem, será possível pagar boletos de luz, água, gás e outros em geral, emitidos por qualquer banco. "Apenas a partir da data do saque será possível fazer transferências. O objetivo é evitar aglomerações."

O trabalhador, a partir do dia 19, também terá a opção de consultar o valor e a data do crédito pelo aplicativo FGTS ou pela internet banking.

Quem não quiser fazer o saque emergencial também poderá informar ou solicitar a devolução após o crédito automático. Caso não haja movimentação na conta poupança social digital até 30 de novembro, o valor será devolvido à conta FGTS com a correção monetária. Se após esse prazo o trabalhador decidir fazer esse saque, poderá solicitar pelo aplicativo.

Galeria
Trabalhadores vão usar saque do FGTS para pagar contas
Trabalhadores vão usar saque do FGTS para pagar contas
Medida previa impulsionar economia através do estímulo ao consumo

Calendário do Saque Emergencial FGTS:

O saque do valor será liberado de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. O resgate estará liberado até 31 de dezembro de 2020. Se a grana não for sacada, continuará no FGTS.

Mês do aniversário Crédito em conta Disponível para saque e transferência
Janeiro 29 de junho 25 de julho
Fevereiro 06 de julho 08 de agosto
Março 13 de julho 22 de agosto
Abril 20 de julho 05 de setembro
Maio 27 de julho 19 de setembro
Junho 03 de agosto 03 de outubro
Julho 10 de agosto 17 de outubro
Agosto 24 de agosto 17 de outubro
Setembro 31 de agosto 31 de outubro
Outubro 08 de setembro 31 de outubro
Novembro 14 de setembro 14 de novembro
Dezembro 21 de setembro 14 de novembro

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães afirmou que o valor estará disponível para movimentações pelo aplicativo Caixa Tem, como no pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial.

  • No novo tipo de saque do FGTS, será possível pegar até R$ 1.045, o equivalente ao salário mínimo de 2020
  • Será permitido resgatar a grana de contas de trabalhos antigos ou do atual, respeitando o limite de R$ 1.045
  • Entre as outras situações nas quais já é possível sacar os recursos estão:

  • Demissão sem justa causa, pelo empregador
  • Término do contrato por prazo determinado
  • Rescisão por falência, falecimento do empregador individual, empregador doméstico ou nulidade do contrato
  • Aposentadoria
  • Doença grave
  • Compra da casa própria
  • Idade igual ou superior a 70 anos

Como vai funcionar o saque do FGTS?

  • Os saques serão liberados de acordo com o calendário escalonado estabelecido pela Caixa
  • Primeiro, o valor será liberado em uma conta digital da Caixa, que pode ser movimentada exclusivamente pelo aplicativo Caixa Tem
  • Na data definida no calendário, o dinheiro poderá ser sacado nas agências

Para quem tem mais de uma conta de FGTS

  • O valor será retirado primeiro das contas de contratos de trabalho antigos (inativas), começando pela com o menor saldo
  • Depois, será retirado o valor das demais contas, sempre iniciando pela que tiver menos grana
  • Independentemente do número de contas do trabalhador, o valor total resgatado não pode passar de R$ 1.045


Como saber se tenho direito ao FGTS emergencial?

  • Todo trabalhador com saldo no FGTS tem direito ao saque, mas não é obrigado a retirar o dinheiro
  • Será possível sacar até R$ 1.045 do valor total disponível no fundo
  • O governo estima que 60 milhões de trabalhadores poderão sacar seu FGTS, sendo R$ 37, 8 bilhões previstos para saque.


Como ver meu saldo do FGTS?

  1. Acesse o site https://fgts.caixa.gov.br
  2. Clique em “Extrato do FGTS”
  3. Informe seus dados e sua senha
  4. Vá em “FGTS” e clique em “SAQUE IMEDIATO FGTS”
  5. Preencha os dados pedidos
  6. Confira o valor disponível por empresa onde trabalhou ou trabalha

Fontes: Caixa Econômica Federal e reportagem

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.