Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Consumidora recebe conta de luz de mais de R$ 800

Leitora afirma que o consumo varia entre R$ 200 e R$ 300 e pede correção à Enel

São Paulo

A culinarista Rozangele Bizerra da Mata, 45 anos, do Parque São Rafael, na região de São Mateus (zona leste), reclama que recebeu uma conta de luz no valor de R$ 844.

Segundo a leitora, a média de consumo de energia elétrica da família varia entre R$ 200 e R$ 300. “É um absurdo cobrarem esse valor abusivo”, queixa-se a culinarista ao Agora.

Rozangele Bizerra da Silva afirma que Enel mandou cobrança indevida - Arquivo pessoal
​Rozangele afirma que os pagamentos são realizados em débito automático e verificou no extrato bancário que foram descontados da conta-corrente todas as faturas dos meses anteriores.
“Portanto, nem teria como a Enel dizer que são contas atrasadas”, afirma ela, que está com o marido internado com Covid-19.

“Com toda essa preocupação com meu esposo no hospital, sem poder visitá-lo, ainda tenho que me preocupar com essas coisas. É um desrespeito com o consumidor”, afirma Rozangele.

A leitora relata que entrou em contato com a central de atendimento ao cliente da distribuidora e aguarda um retorno para o seu caso. Ela explica que não recorreu ao sistema de autoleitura porque não percebeu diferença de valores nos últimos meses.

“Como disseram que estavam fazendo a cobrança pela média, não me atentei a essa possibilidade e, neste momento, menos ainda, pois estou sem cabeça. Não entendo o motivo de estarem cobrando esse valor. Preciso de uma explicação”, afirma à reportagem.

“Peço ajuda do jornal para que a Enel tome as providências para resolver o meu caso de maneira definitiva.”

Enel vai verificar o medidor

A Enel informa, em nota, que as faturas de março e abril foram realizadas pela média de consumo dos últimos 12 meses, procedimento autorizado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) devido à pandemia do coronavírus. Uma vez que o consumo da última fatura apresenta um valor fora do padrão registrado nos meses anteriores, a distribuidora afirma que agendou uma visita técnica no próximo dia 18 de junho para verificar o funcionamento do medidor de energia e realizar eventuais reparos.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.