Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Professor não consegue tomar vacina da Covid-19 na Grande SP

Morador de Santo André fez cadastro para ser vacinado, mas não foi atendido

Juca Guimarães
São Paulo

Depois que foi anunciado que os professores com idade acima de 47 anos poderiam ser imunizados com a vacina contra a Covid-19, o professor de educação física José Anastácio Filho, 54 anos, ficou muito animado.

O leitor conta que fez um agendamento no site da prefeitura de sua cidade, Santo André (ABC), e que foi informado que receberia a vacina no dia 13 de abril.

“Quando cheguei ao local onde eu seria vacinado, um atendente me informou que eu não poderia ser atendido por não trabalhar na cidade”, relata o professor à reportagem do Agora.

Arquivo pessoal

Diante de toda a confusão e por não estar em um posto de saúde pública municipal, o leitor diz que foi até uma UBS (Unidade Básica de Saúde) tentar entender sua situação e saber quando e onde poderia ser vacinado. “Na UBS perto de minha casa, descobri que o meu nome constava como já vacinado no dia 12 fevereiro, o que era mentira.”

O professor conta que ninguém soube explicar o que tinha acontecido e como ficaria seu caso. “Fiquei muito chateado e desapontando”, afirma ele a reportagem do Defesa do Cidadão.

Após isso, Anastácio Filho explica que passou vários dias ligando para diversos órgãos de saúde e da administração pública de Santo André para descobrir o motivo de seu nome aparecer como já vacinado e para conseguir tomar a vacina.

“Até o momento que estou reclamando com vocês, não sei o motivo dessa desordem e nem sei quando tomarei a minha vacina. Agora me digam como é que eu vou trabalhar sem estar imunizado?”, reclama ele.

Leitor é imunizado com 1ª dose

A Prefeitura de Santo André informa, em nota enviada por sua assessoria de imprensa ao Defesa do Cidadão, que entrou em contato com o leitor e afirma que ele foi vacinado. Em novo contato com o Agora, o professor contou que realmente conseguiu ser vacinado em um novo agendamento feito pela prefeitura, após a reclamação à reportagem do Defesa do Cidadão.
Agora, José Anastácio Filho está aguardando a abertura do cadastro para agendar a dose de reforço.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.