Polícia prende acusado de sequestrar enteado de Marcola

Ex-policial civil havia sido condenado em 2015 pelo crime

Alfredo Henrique
São Paulo

A polícia prendeu nesta terça-feira (9) em Ibaté (247 km de SP) um ex-policial civil, 52 anos, condenado a 22 anos de prisão pelo sequestro do enteado de Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, apontado pelas autoridades como o líder máximo da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, apontado como líder do pcc - Sergio Lima/Folhapress

Segundo boletim de ocorrência, Augusto Peña estava em frente a uma casa, onde entrou após ver policiais militares. Por isso, os PMs desconfiaram e chamaram Peña que, ainda segundo o BO, os atendeu.

Após verificarem o RG do ex-policial, constataram que havia um mandado de prisão em aberto contra ele. Peña foi condenado em abril de 2015, pela Justiça de Suzano (Grande SP), pelo sequestro.

Além de Peña, o ex-policial civil José Roberto de Araújo também foi condenado, na ocasião, pelo sequestro do parente do criminoso. A vítima é filho da advogada Ana Maria Olivatto, ex-mulher de Marcola, a qual foi assassinada em outubro de 2002, em Guarulhos (Grande SP).

Segundo o relatório “São Paulo Sob Achaque”, de maio de 2011, o sequestro atribuído a Penã e um comparsa influenciou os ataques de maio de 2006 do PCC (em que policiais e civis foram mortos, além provocar rebeliões generalizadas em presídios).
 

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.