Descrição de chapéu Interior

Polícia prende acusado de sequestrar o próprio filho

Homem de 42 anos pegou a criança no Rio de Janeiro

Alfredo Henrique
São Paulo

Um vendedor de 42 anos foi preso na noite de segunda-feira em Atibaia (64 km de SP), após sequestrar o próprio filho, de 2 anos, no Rio de Janeiro, no dia 30 de março. Durante o período, o acusado ficou com a criança, dentro de um carro, com o qual veio para São Paulo.

Carro onde o vendedor de 42 anos ficou com o filho em seu poder durante os nove dias sequestro - Polícia Civil

Para que a criança fosse devolvida à família, segundo a polícia, o acusado exigia que a mãe do garoto cancelasse uma medida protetiva, que o proibia de se aproximar dela, além de pagar R$ 3.000 de resgate.

Segundo o setor de investigações do Núcleo de Roubo de Cargas de Guarulhos (Grande SP), a polícia de Araruama, interior do Rio de Janeiro, pediu apoio afirmando que o vendedor havia feito um telefonema, de um telefone fixo, em um posto de gasolina no bairro de Vila Galvão. “Uma equipe foi ao local e confirmou, com um frentista, que de fato o suspeito havia estado no local, pela manhã”, afirmou a chefia do núcleo.

A testemunha acrescentou que o vendedor pretendia fugir com a criança para Minas Gerais. Policiais de Guarulhos chegaram a se deslocarem até a divisa de estados, mas sem sucesso.

Por volta das 18h de anteontem, a mãe do menino recebeu fotografias do filho, que brincava no pátio de um posto de combustíveis. “Notamos [polícia] o logotipo do posto de combustíveis, além de uma promoção em destaque”, acrescentou o núcleo.

Após pesquisas pela Internet, policiais levantaram que o suspeito poderia estar em um posto na região de Atibaia. A Polícia Civil se deslocou ao local e, com apoio da PRF (Polícia Rodoviária Federal) identificou o suspeito. “Quando chegamos [por volta das 22h], o menino estava dormindo dentro do carro”, acrescentou a polícia. A criança passa bem.

Segundo a polícia, o vendedor invadiu a casa da ex-sogra, dia 30 março no Rio de Janeiro, pegou a criança e fugiu com ela. Antes de ser preso, o acusado dormia cada noite em um posto de gasolina diferente, com o filho, dentro de um VW Gol prata.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.