Empresário é achado morto e amarrado em casa no interior

Corpo foi localizado em Atibaia e um dos suspeitos pelo crime acabou preso

Alfredo Henrique
São Paulo

Um empresário de 63 anos foi encontrado amarrado e morto dentro de casa, em Atibaia (64 km de SP), na tarde desta quarta-feira (15). O corpo foi localizado após a GCM (Guarda Civil Municipal) de Bragança Paulista (85 km de SP) encontrar o carro da vítima em um conjunto habitacional. Um criminoso foi preso e dois fugiram.

Segundo a GCM, guardas faziam ronda com motos pela rua José Del Roio, em Bragança, quando desconfiaram de três ocupantes de um VW Jetta preto. Um guarda deu sinal para o carro parar, porém o veículo acelerou. Uma perseguição teve início. 

O trio de suspeitos foi com o carro até um conjunto habitacional. Dentro do condomínio, segundo a guarda, os três criminosos pularam do veículo em movimento. Dois deles conseguiram fugir. O terceiro, um desempregado de 27 anos, foi encontrado escondido dentro do banheiro de um apartamento, que havia invadido. A defesa dele não foi encontrada pelo Agora

A GCM disse que o desempregado também mora no conjunto habitacional. No apartamento dele, encontraram as placas originais do carro do empresário. 

Por isso, os guardas foram até a casa da vítima, em Atibaia. No local, encontraram Pedro Brais, já morto, com os pés e mãos amarrados e com o corpo envolto em uma coberta. 

Ao lado do cadáver, localizaram uma estaca de 70 centímetros, manchada com sangue. "Tudo indica ter sido [a estaca] o objeto usado contra a vítima", diz trecho do boletim de ocorrência do caso. 

O desempregado preso alegou ter comprado o Jetta, de um desconhecido, em troca de 15 papelotes de cocaína e R$ 100. 

Além do carro, a GCM constatou que uma TV foi levada da casa da vítima. O aparelho não foi localizado. 
O caso foi registrado como latrocínio (roubo seguido de morte).

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.