Descrição de chapéu Zona Norte Zona Leste

Patinetes elétricas chegam às zonas leste e norte de SP

Empresa responsável pelo veículo amplia a área de atuação

Mariangela de Castro
São Paulo

A área de atuação das patinetes elétricas compartilhadas na capital paulista foi expandida para as zonas norte e leste da cidade.

Mulher anda de patinete na região da avenida Brigadeiro Faria Lima (zona oeste) - Ronny Santos 16.abr.2019/Folhapress

Na última semana, os veículos passaram a estar disponíveis também nos bairros Limão, Casa Verde, Carandiru, Vila Bianca, Santana e Jardim São Paulo. 

Até o fim do mês, deverão chegar ao Belém, Mooca, Quarta Parada, Vila Gomes Cardim, Vila Santo Estevão, Agua Rasa, Brás, Parque São Jorge e Tatuapé.

Segundo a Grow, responsável pelo compartilhamento de patinetes, a área de atuação será expandida em 28 km², totalizando, a partir do final do mês, 115 km² na capital.

Marcelo Loureiro, executivo da Grow, diz que para essas operações foram contratados somente funcionários que residem nas zonas norte e leste. "Isso é uma iniciativa que além de gerar empregos locais tem contribuído para o sucesso do serviço", afirma. 

As patinetes serão distribuídos nas proximidades de pontos como ciclovia da Brás Leme, Shopping Center Norte, Sambódromo do Anhembi, Parque da Juventude, Parque Estadual do Belém, Parque Piqueri e Clube Recreativo CERET.

Além das estações de metrô e trens das regiões. Para destravar as patinetes, é necessário pagar um valor de R$ 3,00, mais R$ 0,50 a cada minuto de uso, todos os dias da semana.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.