Faculdade da USP tem quatro estudantes com sarampo

Associação Atlética da ECA pede que alunos tomem vacina

Mariangela de Castro
São Paulo

A Associação Atlética da ECA (Escola de Comunicações e Artes) da USP recomendou em sua página no Facebook que os alunos da instituição fossem vacinados contra sarampo. O aviso aconteceu após quatro estudantes serem diagnosticados com a doença.

Cartaz recomenda que alunos tomem vacina contra o sarampo - Reprodução

Segundo a associação, o sarampo provavelmente foi transmitido em um campeonato esportivo no feriado de Corpus Christi. Entre os estudantes, também há três casos suspeitos.

A estudante de publicidade Verena Schlick, 22 anos, é uma das infectadas. Ela já havia tomado as três doses da vacina quando criança, o que, em tese, seria suficiente para imunizá-la. "No começo, suspeitei que pudesse ser sarampo, mas logo descartei. Não sabia do surto e achei que fosse só uma gripe", diz.

A Secretaria Municipal da Saúde diz que em 2019 foram confirmados 78 casos de sarampo na capital e que, até segunda-feira (1º), aplicou 47.613 doses de vacina.

Na USP, em 26 junho, também foi promovida uma campanha de vacinação. Segundo a ECA, há apenas um caso confirmado e um caso suspeito entre os alunos.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.