Descrição de chapéu Zona Leste

Nova estação do monotrilho faz morador ganhar até 20 minutos

Com inauguração da Jardim Planalto, linha 15-prata avança mais 1,1 km na zona leste

Marcelo Mora
São Paulo

Os moradores do entorno da estação Jardim Planalto e dos bairros próximos, como Sapopemba e São Mateus, na zona leste de São Paulo, estimam uma economia de ao menos 20 minutos, em média, no tempo que costumam gastar no deslocamento para outras regiões da cidade, seja para trabalhar, estudar ou outros motivos.

A nova estação da linha 15-prata (monotrilho) foi inaugurada nesta segunda-feira (26) com seis anos de atraso. O evento contou com as presenças do governador João Doria (PSDB) e do secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

O roteiro seguido pelos moradores é quase sempre o mesmo: caminham ou pegam um ônibus até a estação mais próxima da linha 15-prata, para conseguirem chegar até a estação Vila Prudente, da linha 2-verde do metrô, de onde seguem para outras regiões da cidade.

Com a nova estação, a linha 15 ganhou 1,1 km em sua extensão. Parece pouco, mas tal distância representa muito para o estudante Júlio Jordão, 19 anos. Ele afirma que gastava 40 minutos de ônibus desde São Mateus, onde mora, para chegar à estação Vila União, até então a última parada da linha 15. 
“A partir de agora, vou ganhar uns 20 minutos neste trajeto. Vai facilitar bastante”, afirma.

A dona de casa Luciana Leme, 34, moradora do entorno da estação, aproveitou para levar a mãe no médico. “Só peguei o ônibus agora por causa dela, mas dá para vir a pé. Dependendo do horário, eu levaria quase uma hora para chegar à Vila Prudente. Agora serão 20 minutos, por aí”, calcula.

O estudante e operador de telemarketing Diogo Vieira, 16, optava por pegar um ônibus direto até o Parque Dom Pedro, no centro da capital, para não ter de perder tempo na troca de transporte. “De ônibus, era cerca de uma hora. Ou então gastava 20 minutos até a Vila União. Agora, posso ir direto com o monotrilho. Pena que demorou tanto para ficar pronta”, disse.

Promessa

O governador de São Paulo, João Doria, afirmou que até dezembro mais três estações da linha 15-prata serão entregues à população: Fazenda da Juta, Sapopemba e São Mateus. 

A estimativa é de que cerca de 300 mil passageiros serão atendidos por dia. E o trecho até a estação Jardim Colonial deverá ser entregue em 2021. 

Doria culpou, entre outros motivos, como problemas climáticos e interferências de órgãos fiscalizadores —Promotoria, Tribunal de Justiça e tribunais de contas—, e a Operação Lava Jato pelo atraso na entrega das estações de metrô.

“No caso específico do metrô de São Paulo, houve uma grande interferência no período da Lava Jato. Empresas que estavam incluídas na operação deixaram de operar ou não tiveram condições financeiras de levar adiante. Então, os efeitos disso nas obras do estado de São Paulo, não só em ferrovias, metroviárias, as também em rodovias, foi bastante grande”, disse, após a inauguração da estação Jardim Planalto.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.