Festa das Cerejeiras, na zona leste de SP, deve receber 150 mil pessoas

Celebração acontece desta sexta-feira a domingo no parque do Carmo

Mariangela de Castro
São Paulo

A partir desta sexta-feira (2) até o domingo (4) ocorre a Festa das Cerejeiras no parque do Carmo, em Itaquera (zona leste de SP). 

A organização da 41ª edição do evento estima a presença de 150 mil pessoas durante o fim de semana.
A programação inclui apresentações de danças típicas, ginástica social, cantores da comunidade, praça de alimentação com culinária japonesa e cerca de 4.100 árvores florescidas (confira a programação abaixo). 

Nos três dias, o Bosque das Cerejeiras estará aberto ao público das 6h às 20h. A área ocupa cerca de 93 mil metros quadrados do parque e a entrada é gratuita.

No início de julho, a reportagem do Agora mostrou que o parque sofria com problemas de estrutura, como churrasqueiras destruídas, banheiros quebrados e sem energia elétrica, e falta de funcionários na área da limpeza.

O presidente da Federação Sakura e Ipê do Brasil, Pedro Yano, disse que a entidade, organizadora da festa teve de trocar bancos, colocar corrimãos em torno do bosque, aparar o mato e realizar pequenas pinturas para a festa. "Também fizemos algumas manutenções em conjunto com a prefeitura, arrumando o que precisa", afirma.

A Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, da gestão Bruno Covas (PSDB), afirma que o parque da zona leste está em condições de receber o público, e que o quadro de limpeza é o mesmo estabelecido em contrato em vigor.

Visita

Para tentar escapar da multidão, o casal André, 44, e Juliana Finotti, 42, visitou o bosque nesta quinta-feira (1), antes da festa ser iniciada de fato. André comenta que “desde que conhecemos a festa, há três anos, não perdemos nenhuma edição”.

Apesar de não terem descendência japonesa, Juliana conta que ambos apreciam muito a cultura nipônica. “Nós resolvemos vir antes da data oficial para conseguir tirar fotos com mais tranquilidade, geralmente o bosque fica bem cheio. Mas, ainda assim, recomendamos muito”, diz. Conhecidas como sakuras, as cerejeiras tornaram-se marca dos japoneses na zona leste.

Programação

Sexta-feira (das 12h às 17h) 

  • Abertura com Taiko (tambor japonês) 
  • Danças Folclóricas  apresentação de danças típicas 
  • Apresentação de ginástica social (rádio Taisso, Rizumu Taisso, Kenko Taisso, Lian Gong) 
  • Apresentação de cantores da comunidade 
  • Encerramento com participação do público em dança festiva japonesa e Dança Circular 

Sábado (das 9h às 17h) 

  • Abertura com Taiko (tambor japonês) 
  • Danças Folclóricas  apresentação de danças típicas 
  • Apresentação de ginástica social (rádio Taisso, Rizumu Taisso, Kenko Taisso, Lian Gong) 
  • Apresentação de cantores da comunidade 
  • Cerimônia de abertura oficial (12h) 
  • Apresentação da cantora japonesa Mariko Nakahira 
  • Encerramento com participação do público em dança festiva japonesa e Dança Circular 

Domingo (das 9h às 17h)

  • Abertura com Taiko (tambor japonês) 
  • Danças Folclóricas  apresentação de danças típicas 
  • Apresentação de ginástica social (rádio Taisso, Rizumu Taisso, Kenko Taisso, Lian Gong) 
  • Apresentação de cantores da comunidade 
  • Apresentação do cantor Joe Hirata e da cantora Mariko Nakahira 
  • Encerramento com participação do público em dança festiva japonesa e Dança Circular

ONDE: Parque do Carmo Olavo Egydio Setúbal (Av. Afonso de Sampaio e Sousa, 951  Itaquera)

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.