Descrição de chapéu Zona Sul

Filho de comerciantes chineses morre espancado em assalto

Crime ocorreu na manhã de sexta-feira (13) na zona sul; ninguém foi preso

Marcelo Mora
São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo tenta identificar e prender cinco ladrões que espancaram violentamente um homem de 32 anos durante um assalto a uma residência no bairro Pedreira (zona sul), na manhã desta sexta-feira (13). A vítima não resistiu às agressões e veio a falecer no local.

Viatura da Policia Civil na capital paulista - Robson Ventura/Folhapress

Segundo informações da polícia, ao menos três homens invadiram a casa da família de comerciantes chineses por volta das 5h30, quando o pai da vítima abriu a porta dos fundos do imóvel. Posteriormente, outros dois ladrões entraram e renderam os três moradores, o pai, a mãe e o filho, que ainda dormia em seu quarto.

Os pais relataram à polícia que os bandidos foram extremamente violentos e a todo momento perguntavam onde estava o dinheiro e o ouro. Apenas um deles estava armado de arma de fogo. Para assustá-los, colocaram facas em seus pescoços e jogaram álcool em seus cabelos, ameaçando atear fogo em seguida.

Enquanto isso, disseram que escutavam barulho de objetos sendo quebrados vindo do quarto do filho. No entanto, depois de um tempo, estes ruídos cessaram.

O casal entregou aos ladrões R$ 3.500, valor resultante das vendas do mês do comércio, uma avícola, que fica na parte térrea do imóvel. Em seguida, eles pediram a chave do comércio, de onde levaram mais R$ 1.500.

Antes de irem embora, os assaltantes amarraram o casal. O marido, após se livrar das cordas, encontrou o filho caído no quarto. O resgate foi acionado, mas não conseguiu reanimá-lo.

A ocorrência foi registrado no 98º Distrito Policial, no Jardim Miriam, e as investigações contam com o apoio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC). Ninguém foi preso.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.