Descrição de chapéu Interior

Casal é preso por falsificar bebidas em Itatiba

Deic descobriu fábrica clandestina na cidade e apreendeu R$ 19 mil

Laíssa Barros
São Paulo

A polícia fechou uma fábrica clandestina que falsificava bebidas alcoólicas em Itatiba (a 80 km de SP) na tarde da sexta-feira (4). Um homem e uma mulher, donos do local, foram presos. 

Segundo a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo, equipes da 1ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Furtos, Roubos e Receptações de Veículos e Cargas (Divecar) receberam informações de que mercadorias roubadas estavam sendo armazenadas em uma chácara na cidade, localizada no bairro Real Parque Dom Pedro.

No local, os agentes descobriram outra atividade criminosa. Na residência, na verdade, funcionava uma fábrica clandestina de bebidas alcoólicas, com especialidade na falsificação de vodcas e uísques. 

Policiais civis do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) apreenderam diversos tanques contendo bebidas alcoólicas, garrafas, caixas, etiquetas, rótulos e selos similares a de uma marca famosa de vodca. Também foram recolhidos R$ 19 mil, disse a secretaria. 

O casal foi levado e autuado pelo crime contra relação de consumo e falsificação de produtos alimentícios. Eles permanecem presos.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.