Mais pérolas da Mostra

Retrospectiva dos filmes do francês Olivier Assayas e exibições ao ar livre são destaques dos dias finais

Cena de "Carlos, o Chacal", de Olivier Assayas
Cena de "Carlos, o Chacal", de Olivier Assayas - Divulgação
Hanuska Bertoia
São Paulo

A Mostra Internacional de Cinema de São Paulo entra em sua última semana, mas ainda há muito o que ver. Destaco aqui duas sessões gratuitas ao ar livre, de "O Gabinete do Doutor Caligari " e de filmes de Georges Méliès, e a retrospectiva da obra do diretor francês Olivier Assayas.

Até o dia 30, quatro filmes do cineasta ainda serão exibidos na Mostra, entre eles "Wasp Network", sua obra mais recente, inédita no Brasil, baseada no livro "Os Últimos Soldados da Guerra Fria", de Fernando Morais, sobre espiões cubanos infiltrados nos EUA. O longa tem, no elenco, Penélope Cruz, Gael García Bernal e Wagner Moura.

Assayas gosta de revisitar o passado. Um exemplo é "Carlos, o Chacal", retrato "baseado em fatos reais" do famoso terrorista venezuelano, atualmente preso na França. O filme, que também virou uma minissérie vencedora do Globo de Ouro, revisita 20 anos da vida de Carlos, mostrando atentados e sequestros que organizou pela causa da Palestina, e posteriormente sua ligação com ditaduras na África.

 

O diretor também olha o passado em "Depois de Maio", onde à euforia libertária de 1968 na França seguem-se a indecisão, as divisões e as buscas por satisfações pessoais. O filme segue o estudante Gilles, dividido entre suas aspirações, a agitação política e o amor. O outro filme de Assayas que ainda será exibido é "Personal Shopper", com Kristen Stewart, prêmio de direção no Festival de Cannes em 2016. Há ainda mais obras de Assayas nos serviços de streaming (veja quadro).

Os clássicos, sempre presentes na Mostra, estarão nas exibições ao ar livre. Amanhã, o público terá a oportunidade de ver, no vão livre do Masp, uma seleção de curtas do pioneiro francês Georges Méliès, inovador nos efeitos especiais no cinema. Entre os filmes da programação está o famoso "Viagem à Lua".

No dia 2, no parque Ibirapuera, será a vez de "O Gabinete do Doutor Caligari", de 1920, dirigido por Robert Weiner, um dos principais filmes do expressionismo alemão. 

×
Quem gosta de filmes no formato super 8 não pode perder a mostra "Produção em Super8 no Acervo do Mis", que acontece hoje, no Museu da Imagem e do Som, a partir das 18h. Serão exibidos seis filmes do cineasta Abrão Berman, considerado um dos principais realizadores no formato na capital, nos anos 1970. O MIS fica na avenida Europa, 158, e a entrada é gratuita.

ONDE VER
(valores pesquisados no dia 24 de outubro)

CARLOS, O CHACAL
Mostra: MIS (hoje, às 15h) e Cinemateca (amanhã, às 16h)
Premier Video: grátis para assinantes
NOW: filme e minissérie grátis a assinantes do Paramount+

DEPOIS DE MAIO
Mostra: Espaço Itaú de Cinema Augusta (dia 29, às 21h10)
Google Play: R$ 3,90 (aluguel) e R$ 11,90 (compra)

PERSONAL SHOPPER
Mostra: Cinearte 1 (amanhã, às 16h30)
Google Play: R$ 9,90 (aluguel) e R$ 24,90 (compra)
Looke: R$ 21,99 (compra)
NOW: grátis para assinantes do Telecine

VIDAS DUPLAS
Google Play: R$ 6,90 (aluguel) e R$ 29,90 (compra)
iTunes: R$ 7,90 (aluguel) e R$ 14,90 (compra)
Looke: R$ 9,99 (aluguel) e R$ 29,99 (compra)
NOW: R$ 14,90 (aluguel)

DEMONLONVER
Mubi: grátis para assinantes

ACIMA DAS NUVENS
Telecine Play: grátis para assinantesGlobo Play: grátis para assinantes

WASP NETWORK
Mostra Internacional: Cinesesc (hoje, às 21h15)

O GABINETE DO DOUTOR CALIGARI
Looke: grátis para assinantes, R$ 3,99 (aluguel) e R$ 14,99 (compra)
Mostra: grátis, no auditório externo parque Ibirapuera, no dia 2 de novembro, às 19h

FILMES DE GEORGES MÉLIÈS
Mostra: grátis, no vão livre do Masp, amanhã, às 19h30
Viagem à Lua: NOW (R$ 0,99, aluguel)

MOSTRA INTERNACIONAL
Ingressos entre R$ 20 e R$ 24. Programação e endereços das salas no site 43.mostra.org. 

Hanuska Bertoia
Hanuska Bertoia

47 anos, é formada e pós-graduada em jornalismo. Gosta de ver filmes em qualquer plataforma (TV, celular, tablet), mas não dispensa uma sala de cinema tradicional.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.