Postos de SP abrem neste sábado para o Dia D de vacinação contra o sarampo

Alvo da campanha são crianças de 6 meses a 5 anos incompletos, grupo considerado vulnerável

São Paulo

O Dia D de vacinação contra sarampo será realizado neste sábado (19) em todo o estado de São Paulo. O objetivo da campanha é imunizar crianças a partir de seis meses e menores de 5 anos, faixa etária considerada a mais vulnerável a apresentar complicações pela doença. Na cidade de São Paulo, todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) estarão abertas.

As crianças poderão ser levadas a 4.300 postos de saúde de todo o estado das 8h às 17h. A recomendação da Secretaria Estadual de Saúde é que os pais levem a carteira de vacinação para que um dos profissionais possa verificar a necessidade de aplicação da dose da vacina, além de checar se a imunização contra outras doenças está completa.

A meta, segundo o governo do estado, é atender 2,2 milhões de crianças. Desde o dia 7 de outubro, quando a primeira fase da campanha nacional de vacinação contra o sarampo começou, 17.700 crianças foram vacinadas no estado e 9.773 crianças na capital.

Dia D de mobilização da Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo - Marcelo Camargo - 18.ago.18/Agência Brasil

Esta primeira fase da campanha vai até o dia 25 de outubro. Depois disso, entre os dias 18 e 30 de novembro, a campanha será focada em jovens de 20 a 29 anos e terminará com a realização de outro "Dia D".

A tríplice viral aplicada nos postos protege contra sarampo, caxumba e rubéola. Os médicos ressaltam que o sarampo é uma doença contagiosa que pode levar à morte e a vacina é a melhor forma de prevenção.

O calendário nacional de vacinação prevê a aplicação da tríplice viral aos 12 e da tetraviral (que protege também contra varicela) aos 15 meses. Neste ano, no entanto, bebês entre seis e 12 meses também devem receber a chamada "dose zero", não contabilizada no calendário (confira na arte ao lado as contraindicações).

Ações de bloqueio diante da notificação de casos da doença continuarão sendo realizadas. Neste ano, foram 6.861 casos de sarampo confirmados laboratorialmente no estado, dos quais cerca de 57% (3.740 casos) se concentram na capital.

Vacinação/ sarampo

Quando 

  • Neste sábado (19), das 8h às 17h

Onde 

  • Em todos os 4.300 postos de saúde do estado de São Paulo
  • Todas as UBSs estarão abertas

Público Alvo

  • Crianças a partir de seis meses e menores de 5 anos incompletos
  • A meta é atender 2,2 milhões de crianças para verificação da carteira vacinal

Tríplice viral

  • Protege contra sarampo, caxumba e rubéola
  • Aplicação aos 12 e aos 15 meses, segundo calendário nacional de vacinação
  • Bebês com menos de 12 meses devem receber a “dose zero”, que não é contabilizada no calendário
  • A vacina é contraindicada para bebês com menos de 6 meses
  • Crianças com alergia grave a ovo devem procurar orientação médica
  • Contraindicada para pessoas imunodeprimidas e gestantes

Crianças com menos de seis meses

  • Evitar exposição a aglomerações
  • Manter higienização adequada
  • Ventilação adequada de ambientes,
  • Procurar imediatamente um serviço de saúde diante de qualquer sintoma como manchas vermelhas pelo corpo, febre, coriza, conjuntivite, manchas brancas na mucosa bucal

Segunda fase da campanha

  • Será focada em jovens de 20 a 29 anos
  • Acontecerá entre os dias 18 e 30 de novembro

Programa Estadual de Imunização

  • Crianças e adultos entre um ano e 29 anos: duas doses da vacinação contra sarampo
  • Adultos entre 30 e 59 anos: uma dose
  • Pessoas com mais de 60 anos: não há indicação para vacina

Casos confirmados

  • 6.861 casos confirmados laboratorialmente no estado
  • 12 mortes em decorrência do sarampo no estado
  • 3.740 casos confirmados laboratorialmente no estado


Fonte: Secretaria Estadual de Saúde

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.