Jovem morto em Paraisópolis foi comemorar aniversário

Bruno Gabriel dos Santos, 22 anos, morava em Mogi das Cruzes

São Paulo

Bruno Gabriel dos Santos, 22 anos, um dos mortos em ação da PM no baile funk de Paraisópolis, no domingo (1), tinha ido ao pancadão comemorar seu aniversário. 

Segundo a irmã, a professora Vanine Cristiane Siqueiras, 39 anos, Bruno fez 22 anos no último dia 28, mas resolveu comemorar com os amigos na noite de sábado (30).  “Ele pegou as coisinhas dele e falou que ia passar a noite com os amigos, comer uma pizza e para comemorar o aniversário”, contou, bastante emocionada, após deixar o 89º DP (Morumbi), na manhã desta segunda (2).

Bruno Gabriel dos Santos, 22 anos, foi comemorar aniversário em baile funk de Paraisópolis - Arquivo Pessoal

Vanine conta que os amigos de Bruno avisaram a família que ele havia ficado ferido após a confusão no baile funk. Segundo eles, o jovem teria corrido para o lado oposto ao do grupo de amigos durante a confusão.

A professora também contesta a versão da polícia de que o jovem teria morrido pisoteado. Ela disse ter visto imagens dele caído no chão e seu corpo não apresentava sinais de pisoteamento. Ela disse ainda que a família está bastante abalada, pois Bruno foi adotado por eles ainda pequeno e eles moravam em Mogi das Cruzes (Grande São Paulo). “Ele era uma pessoa tranquila. Agora [a polícia] precisa saber o que aconteceu. Queremos justiça”, desabafou.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.