Descrição de chapéu Grande SP

Polícia investiga mais três suspeitos de morte de família no ABC

No total, nove pessoas são investigadas; casal e filho foram carbonizados

São Paulo

A polícia investiga a provável participação de mais três suspeitos na morte da família que foi encontrada carbonizada no porta-malas do próprio carro, no último dia 28, em São Bernardo do Campo (ABC). 

Ainda não está clara qual teria sido a participação destes três novos investigados. Até o momento, cinco pessoas estão presas e uma outra está sendo investigada, esta por ter ajudado o bando a fugir do local onde os corpos foram encontrados. Se confirmada a tese, no total seriam nove pessoas participando do crime.

A reportagem apurou que a filha e irmã das vítimas, Ana Flávia Menezes Gonçalves, 24 anos, e sua namorada, Carina Ramos, 31, foram por volta do meio-dia desta quarta-feira (5) ao COI (Centro de Operações Integradas de Segurança). Elas foram fazer o reconhecimento de Michael, um dos suspeitos que já está preso temporariamente desde terça-feira (4), por suspeita de participação no crime. 

Uma família foi encontrada carbonizados, no porta-malas do carro das vítimas, por volta das 2h30 de terça-feira (28), em São Bernardo do Campo (ABC). Romuyuki Gonçalves , a Mulher: Flaviana Gonçalves e o filho do casal Juan Gonçalves - Reprodução/Facebook

Uma pessoa que participa das investigações falou, em condição de anonimato, que “não há materialidade” nas provas levantadas pela polícia até o momento que coloque o sexto suspeito na cena do crime. 

Já o delegado Paul Henry Bozon disse que a foto usada para o reconhecimento de Michael “destoa um pouco” com o perfil do suspeito. 

Michael foi detido ainda na terça, em Avanhandava (472 km de SP). Segundo boletim de ocorrência, ele já havia sido preso em março de 2017 por roubo de veículo. Na ocasião, ele tinha 22 anos. 

Quando ele tinha 19 anos, segundo apurado pela reportagem, ele também foi preso acusado de receptação de veículo roubado. 

A defesa dos três presos suspeitos de envolvimento com o crime não foi encontrada pela reportagem. 

Resposta 

O advogado Lucas Domingos, que defende Ana Flávia e Carina, afirmou na tarde desta quarta-feira (5) que sua tese é a de que suas clientes são inocentes. Ele acrescentou que as duas suspeitas “só falarão em juízo”.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.