Prefeitura de São Paulo vai retirar ambulantes das ruas com ajuda da GCM

Ação faz parte do pacote de medidas para conter o avanço da covid-19

São Paulo

A Prefeitura de São Paulo vai começar a retirar nesta sexta-feira (20) os ambulantes ilegais das ruas e avenidas da cidade de São Paulo. A fiscalização será feita por agentes das subprefeituras de cada região da cidade e contará com o apoio da GCM (Guarda-Civil Metropolitana).

Ambulantes no cruzamento da avenida Valtier com a rua Alexandrino Pedroso, no Pari, região central de São Paulo - Rivaldo Gomes/Folhapress

A medida foi tomada pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) para conter o avanço do novo coronavírus na capital, e também inclui o fechamentos de alguns estabelecimentos comerciais. Bares, restaurantes, lanchonetes, supermercados, farmácias e postos de combustíveis não estão atingidos na medida.

De acordo com o decreto, as subprefeituras de cada região da cidade vão suspender os TPUs (Termos de Permissão de Uso) de profissionais autônomos.

Um dos pontos onde se concentram muitos vendedores ambulantes é no Pari, na região central de São Paulo. Nesta quinta-feira (19), eles trabalhavam normalmente no cruzamento da avenida Valtier com a rua Alexandrino Pedroso, além da rua Hannemann.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.