Saiba onde será obrigatório o uso de máscara em SP a partir desta quinta

Estabelecimentos comerciais poderão barrar quem não estiver com o item de segurança

Fábio Munhoz Tayguara Ribeiro
São Paulo

A partir desta quinta-feira (7) torna-se obrigatório o uso de máscara nas ruas e comércios ou prestadores de serviço com autorização para funcionar em todo o estado.

A medida faz parte de um decreto do governo estadual para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

O texto estabelece que as máscaras devem ser usadas por consumidores, prestadores de serviço, fornecedores e funcionários.

A medida vale para hospitais, supermercados, padarias, postos de combustíveis, oficinas automotivas, entre outros. A entrada nesses lugares só será permitida para quem estiver com a proteção facial.

As máscaras também devem ser usadas em espaços de acesso aberto à população e no interior de repartições públicas, seja por usuários, servidores e outros prestadores de serviço.

Foram estabelecidos três tipos de punições para quem descumprir as novas regras: advertência, multa (que varia de R$ 276,10 a R$ 276.100) e até interdição parcial ou total do estabelecimento e veículos.

Apesar de definir as sanções, o texto não é claro em relação à fiscalização. Diz somente que os municípios é que são os responsáveis por verificar o cumprimento da determinação.

A Secretaria de Estado da Saúde disse que cada prefeitura deverá regulamentar o decreto e definir
as atribuições.

Na capital paulista, entrou em vigor nesta quarta (6) um decreto que obriga os estabelecimentos comerciais da capital a exigirem o uso de máscaras para entrada e permanência de clientes e frequentadores.

Também estão em vigor decretos estaduais e municipais que exigem uso de máscaras no transporte público desde segunda (4).

A secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, afirmou que o governo está fazendo parcerias para a produção de 50 milhões de máscaras para que sejam entregues a quem não tem condição de comprá-las.

Proteja-se

Como usar:

  • Antes de colocar, lave as mãos com água e sabão ou as higienize com álcool em gel 70%
  • Prenda-a com firmeza para que não haja espaços entre a máscara e o rosto
  • Certifique-se de que ela cubra totalmente a boca e o nariz
  • Durante o uso, não toque na frente da máscara, pois pode estar contaminada
  • Troque a máscara a cada duas horas ou quando ela estiver molhada
  • Se estiver na rua e precisar trocar, guarde a máscara separadamente em uma sacola

Como retirar:

  • Tire os elásticos por trás das orelhas ou desamarre as tiras atrás da cabeça
  • Não encoste na parte da frente da máscara: há risco de contaminação
  • Remova a máscara
  • Se a máscara for descartável, jogue-a no lixo; se for de pano, siga os procedimentos de higienização - Caso tenha tocado por acidente a parte frontal da máscara, lave as mãos com água e sabão ou desinfete-as com álcool em gel 70%

O que não fazer:

  • Nunca reutilize máscaras descartáveis
  • Não compartilhe máscaras
  • Não deixe espaços entre o rosto e a máscara
  • Não deixe a máscara sobre o queixo

Como a máscara de pano deve ser:

  • Precisa ter pelo menos duas camadas de pano
  • São necessários elásticos para prender nas orelhas ou atrás da cabeça
  • A máscara é de uso individual e não pode ser dividida com ninguém

Outros cuidados:

  • Mesmo de máscara, mantenha distância mínima de 1 metro das outras pessoas
  • Antes de colocar a máscara, assegure-se que a mesma está limpa e sem rupturas
  • Evite o uso de batom, maquiagem ou base facial durante o uso da máscara

Como higienizar a máscara de pano:

  • As máscaras devem ser lavadas separadamente de outras roupas
  • Lavar previamente com água corrente e sabão neutro
  • Deixe as máscaras de molho em uma solução de água com água sanitária (dilua duas colheres de sopa de água sanitária em um litro de água) ou outro desinfetante equivalente por 20 a 30 minutos
  • Enxágue com água corrente para remover resíduos de desinfetantes
  • Evite torcer a máscara com força e deixe-a secar
  • Passe a máscara com ferro quente
  • Guarde-a em um recipiente fechado

Quando descartar a máscara de tecido:

  • Recomenda-se evitar que os materiais sejam lavados mais do que 30 vezes
  • Caso a máscara apresente fissuras ou esteja frouxa, deve ser descartada

Onde é obrigado a usar

  • Nos espaços de acesso aberto ao público, incluídos os bens de uso comum da população
  • No interior de estabelecimentos que executem atividades essenciais por consumidores, fornecedores, clientes, empregados e colaboradores
  • Em repartições públicas estaduais, pela população, por agentes públicos, prestadores de serviço e particulares
  • No transporte público

Punição

  • Advertência
  • Multa de R$ 276,10 a R$ 276.100
  • Interdição parcial ou total do estabelecimento, seções, dependências e veículos

Fiscalização

  • A fiscalização do cumprimento do decreto será feita pelos municípios


Fontes: Anvisa, Governo de São Paulo, Ministério da Saúde, OMS e Sociedade Brasileira de Infectologia

Perguntas e respostas

Se eu usar a máscara para uma saída rápida, como comprar pão, posso chegar em casa, deixar a máscara pendurada no varal e voltar a usá-la por mais duas horas em outra ocasião?
Não. Quando alguém tosse, as gotículas de saliva atingem até três metros. Na fala, em torno de um metro e meio. Ou seja, pode ter havido contato com algumas dessas gotículas contaminadas.

Devo usar a máscara se estiver no carro sozinho?
Se o carro estiver fechado, não é necessário. Porém, com os vidros abertos, é importante utilizar para evitar contaminações. O decreto não obriga o uso nesses casos.

No caso de máscaras coloridas, posso usar água fervente para higienizá-las, já que a água sanitária desbota o tecido?
Não é necessário. O recomendado é que se lave e esfregue com água e sabão e que, após a secagem, passe com ferro quente.

É verdade que se eu colocar papel toalha entre a máscara e o meu rosto ela pode ser usada por mais tempo?
A recomendação é para que isso não seja feito. O papel pode estar contaminado ou pode ficar umedecido mais rapidamente, o que levará a pessoa a tocar no rosto para arrumar ou trocar a toalha.

Prestadores de serviço que visitem a casa do cliente devem usar máscara?
Não somente o prestador, como também o cliente. Assim, todos ficam protegidos.

Posso retirar a máscara para comer algo na rua ou fumar e colocá-la novamente?
Sim, desde que higienize corretamente as mãos ao tirar e colocar novamente a máscara e a guarde em uma sacola desinfetada. Mas a recomendação é que ela seja substituída por uma limpa.

Usar máscara pode causar deficiência de oxigênio?
A probabilidade de que isso ocorra em atividades do dia a dia são extremamente baixas. Os especialistas, entretanto, destacam que, quando a máscara está suja, a respiração fica mais difícil.

Fontes: Marcelo Otsuka (infectologista e membro da Sociedade Brasileira de Infectologia) e Renato Fábio Espadaro (enfermeiro e professor na área de Urgência e Emergência da Uninove)

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.