Homem é morto após aparecer na TV como suspeito de crime

Familiares disseram que Alecio Ferreira Dias foi apontado como responsável por morte de jovem

Um homem foi assassinado com sete tiros em Salto, no interior de São Paulo, na segunda-feira (13), horas depois de ser apontado como suspeito de um crime no programa Cidade Alerta, da TV Record, segundo relato da família dele à polícia.

Reprodução do programa Cidade Alerta, da TV Record, com a imagem do suspeito de matar a jovem Priscila Martins borrada - Reprodução/TV Record

Os familiares de Alecio Ferreira Dias, 41 anos, afirmaram que, pela manhã, ele foi apontado no programa como o responsável pelo assassinato de Priscila Martins, uma jovem de 18 anos, na mesma cidade, na semana passada. O apresentador Luiz Bacci disse que a polícia já tinha um suspeito e mostrou a foto de um homem, sem identificar o rosto, e pediu que quem tivesse informações sobre o suspeito procurasse a polícia.

Segundo a ocorrência, perto da meia-noite de segunda-feira, vários homens foram à casa de Dias, o chamaram para conversar e em seguida o levaram embora. De acordo com a família, os homens acusavam Dias de ter matado a jovem.

Os policiais encontraram o corpo em uma área verde nas proximidades do Jardim Santa Cruz, com perfurações na face, tórax e perna. Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, fotos do assassinato de Dias foram divulgadas em redes sociais.

O caso foi registrado como homicídio qualificado com emprego de meio cruel. Ninguém foi preso.
Em nota, a Record afirmou que “o Cidade Alerta tinha as informações sobre o nome e a foto do suspeito, e que entre amigos, familiares, testemunhas e moradores da região de Salto, todos já sabiam quem era”.

De acordo com a emissora, “O mesmo suspeito é apontado como envolvido em outros crimes”. “Diante da revolta que a informação causou na região, o ‘Cidade Alerta’ decidiu não identificar o suspeito e fez um apelo para quem soubesse o paradeiro do investigado que informasse a polícia e que ninguém tentasse fazer justiça com as próprias mãos”, afirmou. A Record não disse se a foto divulgada era de Dias.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.