Vacina contra sarampo é intensificada em São Paulo

As doses estarão disponíveis em todos os postos até 31 de agosto

São Paulo

A Secretaria Estadual da Saúde começa quarta-feira (15) uma intensificação da campanha de vacinação contra o sarampo. O objetivo é atualizar a carteira de crianças e jovens que ainda não estão imunizados.

Fila de vacinação contra o sarampo na entrada da estação Santa Cecilia do metrô - Rubens Cavallari - 23.jul.2019/Folhapress

A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba. As doses estarão disponíveis em todos os postos de vacinação do estado de São Paulo até 31 de agosto. Devem ser imunizados pessoas com idade entre 1 a 29 anos que ainda não tomaram as duas doses prevista no calendário nacional de imunização.

Os bebês com seis meses ou mais também devem receber a chamada dose zero, que não é contabilizada no calendário, mas é recomendada devido à circulação do vírus no território. Pessoas de 30 a 49 anos também podem se vacinar, caso haja necessidade. Por isso, é importante apresentar a carteira para um que um profissional de saúde avalie se é o caso de aplicar a dose.

Segundo a secretaria, o Programa Estadual de Imunização prevê que crianças e adultos, com idade entre um ano a 29 anos, devem ter duas doses da vacina contra o sarampo no calendário. Acima desta faixa, até 60 anos, é preciso ter uma dose. Não há indicação para pessoas com mais de 61 anos, pois esse público potencialmente teve contato com o vírus no passado e tem imunidade.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.