Andradina proíbe soltar pipa na rua

Medida veio após morte de jovem por corte no pescoço com cerol

Mariangela de Castro
São Paulo

No interior de São Paulo, a Prefeitura de Andradina (627 km da capital) sancionou uma lei que proíbe a prática de soltar pipas, papagaios e similares em vias e logradouros públicos do município.

Criança solta pipa na zona leste de São Paulo - Robson Ventura - 5.dez.2010/Folhapress

A proposta surgiu depois de uma jovem de 24 anos morrer após ter o pescoço cortado por uma linha com cerol, em março.

A lei determina que a prefeitura apresente áreas para soltar pipas, para facilitar a fiscalização sobre a proibição do cerol. A lei prevê multa de um salário mínimo e, se o infrator for menor de idade, a penalidade será aplicada aos pais ou responsáveis. Em caso de reincidência, a multa será aplicada em dobro.

Segundo a prefeitura, parte do dinheiro das multas será investido em campanhas educativas sobre o uso de pipas e papagaios. 

Por enquanto, a soltura de pipas sem cerol ou cortante continua liberada em campos esportivos, clubes e zona rural.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.