Nardoni começa a cumprir pena no regime semiaberto

Pode ficar fora da prisão, durante o dia, caso consiga trabalho ou faça curso

Alfredo Henrique
São Paulo

Alexandre Nardoni, 40 anos, condenado pela morte da filha, em 2008, começa a cumprir sua pena de 31 anos em regime semiaberto. A decisão é da juíza Sueli Zeraik Oliveira Armani, da Vara de Execuções Criminais de Taubaté (140 km de SP).

Alexandre Nardoni, 40 anos, quando deixou a casa do pai, cercado de policiais, para depor na capital - Rivaldo Gomes - 18.abr.2008/Folhapress

O MP-SP (Ministério Público de São Paulo) afirmou ao Agora que "não tomou ciência" oficial sobre o caso. Porém, garantiu que "vai recorrer" quando confirmar a decisão da Justiça.

Alexandre e Anna Carolina Jatobá, 35, foram condenados pelo homicídio triplamente qualificado de Isabella Nardoni, 5.

Na ocasião, o júri entendeu que a criança foi asfixiada e jogada do sexto andar do prédio onde moravam Nardoni e Anna, na zona norte de São Paulo. Anna foi condenada a 26 anos, em regime fechado, pelo crime.

Alexandre Nardoni cumpre pena, desde 2008, na Penitenciária Doutor José Augusto Salgado, a P2 de Tremembé (147 km de SP).

Com a decisão da Justiça, Nardoni ganha o direito de sair da penitenciária, nas chamadas "saídas temporárias", em datas como Natal e Dia dos Pais.

Ele também poderá ficar fora da unidade prisional, durante o dia, caso consiga trabalho ou ainda vaga em algum curso. Isabella era filha de Alexandre com Ana Carolina Cunha de Oliveira, 35.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.