Aplicativo alerta passageiro sobre lotação de transporte em SP

Ferramenta colaborativa batizada de Sufoco foi desenvolvida por grupo de pesquisas da Unifesp

Fernando Damasceno
São Paulo

Um aplicativo para telefone celular desenvolvido pelo grupo de pesquisa Rede Mobilidade Periferias, da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), alerta usuários em tempo real sobre ônibus e trens lotados na cidade de São Paulo.

Batizado de Sufoco, a ferramenta está disponível desde novembro para celulares com sistema operacional Android. Ainda não há versão para iOS.

A diarista Edilene Melo, 48 anos, é usuária do aplicativo Sufoco, desenvolvido pelo grupo de pesquisa Rede Mobilidade Periferias; ferramenta colaborativa mostra se ônibus e trens estão lotados na cidade de São Paulo - Mathilde Missioneiro/Folhapress

A ideia de desenvolver um aplicativo com essa finalidade surgiu durante a pandemia do novo coronavírus, mas a preocupação com a lotação no transporte público de São Paulo há anos acompanha o professor Ricardo Barbosa da Silva, coordenador do projeto.

“Vivencio muito essa realidade, pois uso transporte coletivo na periferia. É fruto da minha experiência na cidade", afirma. "Estudei isso no meu doutorado, com foco em mobilidade urbana. Essa situação se agrava muito com a pandemia, pois o que era só um constrangimento se tornou uma vulnerabilidade”, disse.

O desenvolvedor Leonardo Garcez foi um dos responsáveis pelos detalhes técnicos do aplicativo. A grande quantidade de usuários do transporte público e a internet de qualidade instável na cidade foram desafios superados pela equipe. “Tivemos que pensar em todas as dificuldades. Por exemplo, se o nosso usuário está sem conexão no metrô, o dado que ele insere fica salvo até que ele tenha internet de volta”, explicou. “A quantidade simultânea de usuários também exigiu atenção da nossa parte”, complementou.

Segundo a equipe que desenvolveu o Sufoco, o aplicativo permite que passageiros enviem alertas de lotação em tempo real dentro dos transportes coletivos. Cada ponto reportado no mapa tem informações como a linha de transporte, dia, horário e condição de lotação. Esses alertas, inseridos no mapa digital do aplicativo, permitem acesso a informações sobre linhas mais lotadas e a formação de uma rede colaborativa.

O professor vê no aplicativo potencial para auxiliar no aprimoramento do serviço oferecido à população. “Queremos contribuir para o poder público, no sentido de ajudar nas tomadas de decisões. Nossa intenção é produzir informações e relatórios para a sociedade em geral”, disse o pesquisador da Unifesp.

Para a diarista Edilene Melo, que mora em Mauá (ABC) e trabalha na avenida Paulista (região central da cidade de São Paulo), é importante que esse tipo de ferramenta se popularize. “Eu vejo de perto o quanto o transporte público está piorando durante a pandemia. Em alguns horários, a aglomeração é muito grande”, afirmou ela.

O historiador Adriano Sousa, morador de São Mateus (zona leste), também tem usado o aplicativo para evitar ônibus cheios. “Em tempos normais, já seria necessário para o conforto. Em um momento de pandemia é mais essencial ainda”, afirmou.

Saiba como usar o Sufoco

  • Baixe o aplicativo em seu celular pelo Google Play
  • Depois de instalado, use a tela inicial para localizar alertas feitos por outros usuários. Basta clicar sobre o mapa e verificar o nível de lotação
  • Caso queira criar um alerta do ônibus, metrô ou trem da CPTM no qual você se encontra, basta clicar em REPORTAR e preencher as informações solicitadas pelo aplicativo
Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.