Santos volta a barrar turistas no fim de semana

Cidade da Baixada Santista vai fiscalizar a entrada de ônibus e vans de excursão neste domingo por causa do aumento de casos de coronavírus

São Paulo

A Prefeitura de Santos (72 km de SP), gestão Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), vai voltar a barrar turistas em ônibus de excursão e vans que tentarem ir às praias da cidade neste domingo (6), por causa do aumento no número de internações por causa do novo coronavírus.

Esse é o segundo fim de semana seguido com a instalação das barreiras. Elas estão localizadas na avenida Presidente Wilson, na orla do José Menino, próximo à divisa com São Vicente (65 km de SP), e na avenida Martins Fontes, no bairro Saboó, principal acesso de quem vem da capital e do interior.

Segundo a prefeitura, neste sábado (5) apenas uma van, que estava sem autorização prévia e vinha pelo bairro Saboó, teve que retornar. No José Menino não houve necessidade de autuações. Assim como no sábado, domingo (6) terá fiscalização das 3h às 11h da manhã.

A prefeitura afirma também que será mantida a fiscalização em estabelecimentos comerciais com a finalidade de checar o cumprimento de horários e medidas sanitárias de controle da pandemia.

Na quinta-feira (3), a administração já havia informado que cancelou o evento da virada do ano por orientação de autoridades sanitárias para proteger a saúde da população. Outras cidades do litoral paulista também tomaram a mesma medida.

Balanço divulgado nesse sábado mostra que a cidade da Baixada Santista tem 26.351casos confirmados de Covid, dos quais 20.581 recuperados e 806 óbitos. A taxa de ocupação dos leitos na cidade encontra-se em 49% (711 leitos). Entre os 286 leitos de UTI, a ocupação é de 56%. No SUS, esta taxa é de 43% e, na rede privada, de 69%.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.