Descrição de chapéu Coronavírus

Santos promete barrar vans e ônibus para impedir lotação de praias

Cidade teve alta no número de casos do novo coronavírus; prefeitura também promete fiscalização em bares e shoppings no fim de semana

Fabiano Nunes
São Paulo

A Prefeitura de Santos (72 km de SP), gestão Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), disse nesta sexta-feira que vai impedir a entrada de vans e ônibus de turismo na cidade para evitar aglomerações nas praias, neste fim de semana, em virtude de alta nos casos de Covid-19 na cidade da Baixada Santista.

A administração anunciou que as barreiras sanitárias serão instaladas neste sábado (28) e domingo (29) na avenida Martins Fontes, no bairro Saboó, e na avenida Presidente Wilson, no José Menino.

A decisão foi tomada durante uma reunião realizada nesta quinta-feira (26) entre os órgãos de fiscalização da prefeitura.

A Prefeitura de Santos, na Baixada Santista, está realizando barreiras sanitárias para tentar controlar o acesso de turistas e evitar aglomeração nas praias e o aumento de casos do novo coronavírus. Neste sábado (29) e domingo, as ações serão nas avenidas Martins Fontes e Presidente Wilson, quando a fiscalização promete barrar vans e ônibus de turismo - Divulgação Prefeitura de Santo

Em duas semanas o número de casos aumentou 6%. A Secretaria Municipal da Saúde confirmou mais 1.672 casos de pacientes com Covid-19 no período. No total a cidade passou de 23.951 casos confirmados no dia 13, para 25.623, nesta sexta-feira, (27).

Em uma semana, o número de mortes saltou de 742 para 776. Outros 34 óbitos estão em investigação.

De acordo com a prefeitura, a operação será realizada pela GCM (Guarda Civil Municipal), em conjunto com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e a Setur (Secretaria de Turismo), com apoio da Polícia Militar.

A administração municipal disse que veículos de turismo que já tinham permissão da Setur não serão impedidos de entrar. No entanto, a prefeitura já suspendeu temporariamente a emissão de novas autorizações.

A prefeitura alertou anda que também será intensificada a fiscalização de bares, baladas e restaurantes, especialmente onde houver maior incidência de aglomerações.

Shoppings centers da cidade também terão fiscalização reforçada para saber se estão sendo cumpridas normas como aferição de temperatura corporal na entrada, utilização de máscara facial, disponibilização de álcool em gel e limite de clientes por em lojas.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.