500 mil já se cadastraram em site do governo sobre vacina em SP

Serviço, que não é agendamento para vacinação, busca garantir atendimento mais rápido nos locais de aplicação das doses

Martha Alves
São Paulo

Menos de 24 horas após o lançamento do site criado pelo governo João Doria (PSDB) para pré-cadastramento na campanha de vacinação contra a Covid-19, cerca de 500 mil pessoas já se inscreveram na plataforma até a tarde desta segunda-feira (18).

O site, chamado Vacina Já, não serve para agendamento. A ferramenta tem o objetivo de garantir um atendimento rápido nos locais de vacinação e evitar aglomerações, segundo o governo.

Enfermeira prepara dose da Coronavac no Hospital das Clínicas de Campinas (93 km de SP) - Eduardo Anizelli/ Folhapress

A coordenadora de Controle de Doenças da Secretaria de Estado da Saúde, Regiane de Paulo, explica que todas as pessoas aptas a receber a vacina do Instituto Butantan podem se cadastrar. Para isso, é necessário acessar a página Vacina .

Nesta primeira etapa, profissionais da saúde começaram a receber a imunização. “O fornecimento das informações é opcional, mas a participação de cada um vai ajudar toda a sociedade”, disse.

O cadastro é simples, basta clicar em "pré-cadastro". Será aberta uma página com um questionário em que a pessoa tem de informar dados pessoais, como nome, data de nascimento e endereço. Na opção “locais de vacinação”, é possível inserir endereço ou CEP para visualizar o posto mais próximo para receber a imunização contra o novo coronavírus.

Quem não conseguir fazer o pré-cadastro não ficará sem a vacina, mas deverá fazer o cadastramento completo na unidade de vacinação. A maioria dos profissionais de saúde vai receber a vacina no próprio local de trabalho.

A vacinação começou domingo (17), no Hospital das Clínicas, para profissionais de saúde. Nesta segunda-feira, o governo do estado iniciou a distribuição das vacinas e insumos para imunização em cinco hospitais-escola do interior de São Paulo. No total, cerca de 60 mil profissionais de saúde serão imunizados nos Hospitais das Clínicas de Campinas, Botucatu, Ribeirão Preto, Marília e no Hospital de Base de São José do Rio Preto.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.