Descrição de chapéu clima chuva

São Paulo tem madrugada mais fria do ano nesta segunda (24)

Expectativa é de novo recorde na madrugada de terça-feira (25), dia em que a média pode atingir 9°C

São Paulo

A madrugada desta segunda-feira (24) na cidade de São Paulo foi a mais fria do ano, com uma média de 11,6°C, segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas), da Prefeitura de São Paulo. E a previsão do órgão é que nesta terça feira (25), a madrugada deve ser ainda mais gelada, com os termômetros marcando 9°C e uma sensação térmica levemente inferior a este índice.

O recorde anterior de temperatura mínima havia sido registrado na quinta-feira (20), quando a média foi de 11,7°C.

A umidade relativa do ar ficou em torno dos 30%, segundo a Defesa Civil, o que fez a cidade entrar em estado de alerta das 13h às 17h20. O índice ideal é de a partir de 40%, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Mulher com roupa de frio caminha pela avenida Paulista; semana começa gelada na cidade de São Paulo - Zanone Fraissat/Folhapress

A temperatura absoluta mais baixa registrada nesta segunda na capital foi de 7,2°C, em Engenheiro Marsilac, na zona sul. O recorde de mínima absoluta, no entanto, continua sendo a registrada na quinta-feira (20), com 6,6°C em Engenheiro Marsilac.

A previsão para terça-feira (25) é que o sol diminua a sensação de frio no transcorrer do dia e a máxima atinja 22°C. À tarde, a umidade relativa do ar fica abaixo dos 30%, um alerta para o tempo seco.

Já na quarta-feira (26), a temperatura mínima prevista pelo CGE é de 12°C e a máxima, 20°C. O sol da manhã será substituído por um tempo nublado durante à tarde e o frio predomina. Há previsão de chuva durante a noite.

O meteorologista do CGE, Thomaz Garcia, explica que a passagem de uma fraca frente fria no final de semana trouxe um pouco de chuva para a cidade de São Paulo. Agora, o ar frio e seco de retaguarda deixarão as próximas madrugadas frias.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.