Cássio leva frango, e Corinthians perde para o Fluminense

Marcos Guedes
São Paulo

O Corinthians terminou mal o primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Maior ídolo do elenco atual alvinegro, Cássio tomou um frango que decidiu a vitória por 1 a 0 do Fluminense em Brasília.

Mesmo com maioria de torcida no estádio Mané Garrincha, onde o jogo foi realizado por decisão do mandante Fluminense, o time preto e branco não mostrou força para triunfar. E, na metade da competição, já se vê bem distante da luta pelo título nacional.

Com a derrota, o Corinthians ficou estacionado nos 32 pontos, dez atrás do líder Flamengo. Nesse cenário, ficará ainda mais clara a prioridade dada à Copa Sul-Americana, cujas semifinais começarão na próxima quarta-feira (18).

O goleiro Cássio viveu uma jornada ruim em Brasília - Reprodução/TV Globo

Diante do Fluminense —que deixou a zona de rebaixamento com o triunfo e jogou o Cruzeiro para o grupo dos quatro últimos—, a equipe paulista não começou mal. Os primeiros minutos foram de domínio alvinegro em Brasília.

Optando por uma formação veloz, com Pedrinho, Mateus Vital e o garoto Janderson encostando em Gustavo, o Corinthians se impôs e criou chances. Gil chegou a acertar a trave do goleiro Muriel, incomodado também em finalizações de Gustavo e Pedrinho.

O ritmo caiu bastante, porém, após os 20 minutos iniciais. O Fluminense começou a chegar mais, assustando em cobrança de falta de Nenê e alcançando o gol na falha de Cássio.

Não era o dia do goleiro, que já havia levado uma bolada no rosto no aquecimento por causa do quique da bola no péssimo gramado. Em um chute de longe de Ganso, aos 40min, o camisa 12 se atrapalhou com o balanço da bola, tentou encaixá-la de lado, sem fazer o movimento correto, e a viu no fundo da rede.

O Corinthians buscou o empate na etapa final, mas pagou por fugir do lado direito, onde estavam Pedrinho e Fagner, para avançar pela esquerda, com os bem jovens Carlos e Janderson. Houve lances de perigo em cabeceios, porém Gustavo e Gil erraram em boa posição para marcar.

As mexidas ofensivas de Fábio Carille também não deram resultado. Jadson entrou muito mal, Love e Boselli também não resolveram, e a equipe terminou mesmo derrotada.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.