Verdão fica no empate com o Galo e é vaiado

Palmeiras joga mal e se livra da derrota graças a um gol de Dudu no final do duelo, no estádio Allianz Parque

Marcelo Mora
São Paulo

Sem Mano Menezes —suspenso— no banco de reservas, o Verdão encontrou muitas dificuldades diante do Atlético-MG e sofreu para apenas empatar por 1 a 1 em plena Allianz Parque, neste domingo (6). Com o resultado, permitiu que o Flamengo abrisse cinco pontos de vantagem —52 contra 47— na liderança do Brasileirão. O Galo, por sua vez, completou sua quinta partida sem vitória e soma 31 pontos, na 11ª colocação.

Dudu comemora o seu gol, que empatou a partida contra o Atlético-MG, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro
Dudu comemora o seu gol, que empatou a partida contra o Atlético-MG, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

O time mineiro saiu na frente do marcador com Nathan ainda no primeiro tempo, e o Palmeiras só buscou o empate no final da segunda etapa pelos pés do atacante Dudu.

Diante de sua torcida, os palmeirenses tiveram muitas dificuldades de furar o bloqueio armado pelos mineiros com uma linha formada por cinco zagueiros na primeira etapa.

Apesar da retranca, o Galo não deixou de atacar fora de casa e, além de criar mais oportunidades, esteve mais perto de abrir o marcador. Como, por exemplo, aos 9min, quando Otero cobrou falta de longa distância e obrigou o goleiro Weverton a fazer defesa em dois tempos. Cinco minutos depois, o argentino Di Santo apareceu sozinho na área, mas perdeu gol incrível.

O Verdão respondeu só aos 20min, com Gustavo Gómez, livre, cabeceando nas mãos de Cleiton. Aos 25min, Willian chegou a marcar, mas estava impedido e o gol foi corretamente anulado.
Nos acréscimos, o time atleticano enfim abriu o placar: o meia Nathan recebeu no campo de ataque, carregou, ajeitou para pé direito e bateu cruzado, no canto direito de Weverton.

Por conta do gol sofrido, os jogadores da casa tiveram de sair de campo ao som de muitas vaias. O zagueiro Antonio Carlos, no banco, chegou a bater boca com alguns torcedores mais exaltados.

Já com a bola já rolando na segunda etapa, Sidnei Lobo, que fazia as vezes de Mano Menezes, tentou várias substituições —como Deyverson no lugar de Lucas Lima e Scarpa no de Borja—, mas nada surtia efeito.

Aos 27min, o Palmeiras teve mais um gol anulado, desta vez de Deyverson, que cabeceou livre na área, mas de novo em impedimento.

Coube a Dudu, aos 37min, evitar a derrota em casa: ele tabelou com Gustavo Scarpa pela esquerda do ataque e bateu cruzado, para fazer um belo gol.

Nos minutos finais, o vice-líder partiu para o abafa para cima do Galo, mas foi a vez do goleiro Cleiton aparecer bem seguidamente.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.