Menino da Vila Tailson salva Jorge Sampaoli contra o Vasco

Primeiro garoto da base escalado como titular pelo técnico argentino estreia com gol da vitória no Rio

Claudinei Queiroz
São Paulo

Venerado pelos moradores de Santos desde que assumiu o comando da equipe, o técnico Jorge Sampaoli só era criticado por não ter dado chances aos jogadores das categorias de base, os chamados Meninos da Vila. Quando perguntado, ele dizia que não havia qualidade nos atletas para subir para o time principal.

Após a vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, neste sábado (5), em São Januário, ele certamente mudará de ideia. Isso porque o gol salvador foi marcado justamente pelo primeiro Menino da Vila escalado pelo argentino: Tailson, de 20 anos.

O atacante Tailson comemora o seu gol, que garantiu a vitória do Santos sobre o Vasco, em São Januário
O atacante Tailson comemora o seu gol, que garantiu a vitória do Santos sobre o Vasco, em São Januário - Ivan Storti/Santos FC/Divulgação

Na verdade, Kaio Jorge já havia atuado na sexta rodada do Brasileirão, mas entrando no fim do jogo contra o Internacional.

Tailson foi o primeiro a ser titular e aproveitou bem a única grande oportunidade que teve, aos 4min do segundo tempo, para chutar cruzado e superar o goleiro Fernando Miguel.

O gol deu a 13ª vitória ao Peixe em 23 rodadas, levando a equipe aos 44 pontos, mantendo-se na cola de Palmeiras e Flamengo. E foi justamente no momento da partida em que o Peixe era dominado pelo Vasco.

No fim do primeiro tempo, o goleiro Everson já havia defendido um pênalti cobrado por Rossi, evitando que o rival abrisse o placar. O goleiro santista, na verdade, corrigiu seu próprio erro ao sair estabanado e atropelar Rossi no lance da falta.

O Alvinegro praiano até começou bem a partida. Sampaoli armou o time com o zagueiro Luan Peres na lateral esquerda e o lateral esquerdo Jorge no meio de campo, ao lado de Evandro, com Tailson, Sasha e Soteldo nas ações de ataque.

Os primeiros lances levaram perigo ao Vasco, dando a impressão que o Peixe dominaria as ações. No entanto, o anfitrião começou a ganhar espaço e forçar os paulistas, provocando erros de passe e criando espaço para finalizar contra o gol de Everson.

No segundo tempo, após o gol de Tailson, o Peixe se retraiu um pouco e os vascaínos Rossi, Talles Magno e Marrony tiveram boas chances de marcar, mas erraram nas finalizações.

A situação se complicou quando Evandro fez uma falta dura em Marrony e foi expulso, com auxílio do VAR. Mas, com as entradas de Alison e Felipe Jonatan, o Santos conseguiu segurar a pressão rival. Agora, a cabeça de todos se voltarão para o clássico contra o Palmeiras, na quarta-feira (9), na Vila Belmiro.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.