Corinthians segura o Grêmio no Sul e volta para casa com 1 ponto

Alvinegro é dominado pelo Tricolor gaúcho, mas segura o ímpeto rival

Luca Castilho
São Paulo

Em um jogo sem muitas emoções, Corinthians e Grêmio terminaram o confronto válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena do Grêmio, empatadas por 0 a 0. Apesar do amplo domínio gremista, o Timão segurou a pressão adversária, voltou com um ponto na mala e segue tranquilo no G-4 do Nacional, com 42 pontos.

Corinthians Ralf (15) e Sornoza cercam o gremista Alisson no duelo deste sábado (5) na Arena do Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro
Corinthians Ralf (15) e Sornoza cercam o gremista Alisson no duelo deste sábado (5) na Arena do Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro - Lucas Uebel/Gremio FBPA/Divulgação

O primeiro tempo foi disputado, porém sem nenhuma chance clara de gol para nenhum dos lados. Enquanto os gremistas prezaram pela posse de bola para construir as jogadas --68% na etapa inicial--, o Corinthians passou o tempo inteiro fechado na defesa, jogando no erro do adversário para contra-atacar.

Apesar desse panorama, os primeiros dez minutos foram de pressão corintiana. Logo aos 4min, Mateus Vital chutou cruzado e levou perigo ao gol defendido por Paulo Victor.

Três minutos depois, Fagner recebeu grande passe de Pedrinho, invadiu a área, mas mandou a bola por cima da meta tricolor.

Depois disso, o Imortal acordou e foi para cima do Timão. Aos 11min, Alisson arriscou de fora da área e Cássio agarrou a bola.

Novamente em finalização de longe, Everton, aos 17min, chutou, mas Cássio defendeu sem dificuldades.

Na melhor chance da etapa, aos 28min, o gremista Luan tocou para André, que bateu firme e acertou o pé da trave. Na sequência, Cássio mandou para fora.

Assim, o jogo foi para o intervalo zerado.

Na volta, o Grêmio seguiu com a mesma intensidade da etapa inicial, mas ainda encontrava dificuldade para encaixar o último passe. Nos primeiros 15 minutos, os mandantes finalizaram duas vezes chutando de fora da área, com Luan e Everton, mas sem levar real perigo para o Timão.

Apostando no contra-ataque, o Alvinegro incomodou aos 22min. Depois de avançar pela direita, Pedrinho tocou para Fagner, que bateu cruzado, mas Paulo Victor espalmou para fora.

Os gremistas quase inauguraram o placar aos 27min, com Everton Cebolinha. O atacante bateu colocado da entrada da área e tirou tinta da trave de Cássio.

O time de Renato Gaúcho explorou o lado direito do ataque nos minutos finais, principalmente com Pepê, Luan e Everton, mas não conseguiu criar nenhuma chance clara de gol.

Assim, o Corinthians conseguiu segurar o Imortal e segue como a melhor defesa do Brasileirão, com apenas 13 gols sofridos.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.