Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: São Paulo apanha outra, Flamengo vence de novo

São Paulo

Pega na mentira, corta o rabo dela, pisa em cima, bate nela, pega na mentira... Alô, povão, agora é fé! Mesmo desfalcado e sem qualquer objetivo no interminável Campeonato Brasileiro de pontozzz corridozzz, o Athletico-PR jogou de igual para igual com o São Paulo, no Morumbi, e foi premiado no finalzinho com o gol solitário da vitória.

A diferença do jogo foi os goleiros: Santos, quando exigido, fez boas defesas; do outro lado, quando precisou, já no ocaso do confronto, Tiago Volpi engoliu o chute de fora da área de Marcelo Cirino.

Marcelo Cirino comemora com Vitor o gol da vitória do Athletico-PR
Marcelo Cirino comemora com Vitor o gol da vitória do Athletico-PR sobre o São Paulo - Fabio Wosniak/Site Oficial/athletico.com.br

O São Paulo foi péssimo, mas, como o moderno e diferenciado Fernando Diniz sempre conta com a boa vontade da mídia e não merece ser criticado porque precisa de mais tempo para trabalhar e blá-blá-blá, vale registrar que o Tricolor dominou a posse de bola (57% a 43%, segundo o SofaScore)! E, sejamos justos, em relação ao fiasco de 2 a 0 contra o Fluminense da quinta, o time de Diniz evoluiu e até chutou no gol adversário…

Para esse futebolzinho, 13.795 até que é bastante gente. E as vaias foram merecidíssimas… Foi para isso que Daniel Alves chegou com o maior salário do futebol brasileiro?

Para piorar a situação tricolor, a equipe do armagedônico presidente Leco e do diretor Raí viu o Inter (que, com ajuda do lixo do VAR, ignorando o segundo gol irregular, venceu o Flu) e o Corinthians se aproximarem.

O Bahia saiu na frente —um oferecimento do rubro-negro Willian Arão—, teve até chance para ampliar e, em nenhum momento, qualquer pessoa com um pingo de isenção e entendimento de futebol colocou em dúvida que o Flamengo viraria. No segundo tempo, Reinier, Bruno Henrique e Gabigol tiraram o grito de “é campeão!” da massa…

Até demorou. Aqui mesmo, em Caneladas do Vitão, há quase um mês, demos os merecidos e óbvios parabéns ao Flamengo, campeão com todos os méritos e zero emoção em um campeonato sem adversário.

Volta, mata-mata!

Franz Kafka: “Crer no progresso não significa que o processo já se efetuou”.

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca!

Destaques da 32ª rodada do Brasileirão

Briga pela América

Além do campeão Flamengo, Palmeiras e Santos também estarão na fase de grupos da Libertadores-2020, provavelmente ao lado do Grêmio. São Paulo, Internacional e Corinthians brigam pelos dois lugares na fase prévia, mas, caso o Mengo vença o River Plate na decisão continental, abre uma vaga e o trio pode se qualificar.

Hoje, o Timão perderia, no número de vitórias, a classificação para o Colorado. Agora, pela melhora de produção no pós-Carille e pela instabilidade tanto do Tricolor quanto do Internacional, as posições podem ser trocadas. E domingo tem Corinthians x Inter, na ZL!

O Furacão, campeão da Copa do Brasil, está garantido e, pois, não se intromete na briga!

Campinho Seleça do Vitão - 11/11
Arte Agora
 
Arte Agora
Campinho Selema do Vitão - 11/11
Vitor Guedes
Vitor Guedes

42 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.