Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: São Paulo ressuscita Botafogo e mata torcedor de tédio

Desinteresse são-paulino não merecia ser premiado nem com um pontinho

São Paulo

Toca fogo no rabo de quem nada faz, eu sou povo, me acabo e não aguento mais... Alô, povão, agora é fé! Pior do que a derrota por 1 a 0 para o Botafogo, em Ribeirão Preto, foi o constrangedor desinteresse são-paulino. Com a equipe reserva e sem correr risco de perder a liderança (e, pois, muito menos a vaga nas quartas de final), o São Paulo visitou o então lanterna querendo que o jogo, interminável, acabasse desde o pontapé inicial.

Se não foi a primeira vez, esteve, certamente, entre as primeiras em que um dos melhores momentos de um time foi a parada técnica para a hidratação. Foi um raro momento em que não fomos brindados com erros grosseiros de passes, lentidão, falta de objetividade...

O zagueiro Luan lamenta, enquanto botafoguenses celebram - Thiago Calil/Agif

Estava claro, naquele momento, o da parada técnica, que os jogadores queriam sombra e água fresca enquanto eram obrigados a ouvir as orientações de Fernando Diniz.

No segundo tempo, mesmo sem qualquer qualidade técnica, o Botafogo teve vergonha na cara e demonstrou vontade, enquanto a garotada são-paulina continuava desfilando seu tédio em campo. E veio o castigo. Após o escanteio, Shaylou marcou touca e Tiago Volpi, que já havia falhado na altitude peruana contra o Binacional, aceitou a cabeçada de Didi.

No final, nos acréscimos, Toró carimbou a trave. Mas a bola, caprichosa, não entrou. O Botafogo nem merecia vencer no Santa Cruz, mas o desinteresse são-paulino não merecia ser premiado com um pontinho.

A boa notícia, para a torcida tricolor (celeste?) da capital é que o péssimo desempenho dos reservas em Ribeirão não terá qualquer influência no futuro da equipe no Paulistão e muito menos consequência prática para a "decisão" de quarta, contra a LDU, pela Libertadores. Já o Botafogo, que entrou no jogo como lanterna, saiu dele, provisoriamente, fora da zona da degola. Mas, com esse futebol, mesmo a concorrência também sendo horrorosa, vai ser difícil se manter na Série A-1.

Pobre futebol!

Machado de Assis: "Matamos o tempo, o tempo nos enterra".

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca!

Troféus do dia

Orelhudo - Fernando Diniz
Como ninguém correu nem jogou bem na derrota para o Botafogo, foi sublinhado o erro estratégico de Fernando Diniz em Ribeirão Preto. Como é óbvio (e ficou ainda mais cristalino com o trabalho de Jorge Jesus no Flamengo), escalar uma equipe completamente desfigurada é uma bobagem e repetir uma formação titular ajuda no desenvolvimento de uma equipe... E quarta tem “decisão” contra a LDU pela Copa Libertadores!

Peru - Ederson
O goleiro, que será titular de Tite contra contra Bolívia e Peru no começo da campanha da seleção brasileira nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, falhou nos dois gols que deram a vitória ao United contra o City no dérbi de Manchester. No primeiro tempo, Ederson aceitou o chute de Martial; nos acréscimos do segundo, errou a reposição de bola e deu um “passe” para McTominay fechar os trabalhos e fazer a festa vermelha no clássico.

Destaques da 9ª rodada do Paulistão

Ultimão à deriva!
Após dez dias para preparar o time e surpreender negativamente com Carlos e Gabriel (e ainda lançar Araos no segundo tempo), o Corinthians de Tiago Rock'n'Roll Nunes ficou só no 1 a 1 em Novo Horizonte! Apesar da turma do passa-pano que tem orgasmo com posse de bola e troca de passes, o quinto tropeço seguido manteve o time na lanterna do Grupo D do Paulista! O fato é que o treinador está perdidinho da Silva, sem a menor convicção do que está fazendo, e, após o vexame de ser eliminado na (pré-pré)Libertadores, corre risco real de ficar de fora até das quartas do Paulistão! Parabéns à diretoria e aos envolvidos!

Seleção dos melhores da rodada do paulistão 2020
Arte Agora
Seleção dos piores da rodada do paulistão 2020
Arte Agora
Vitor Guedes
Vitor Guedes

43 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.