Descrição de chapéu Opinião

Setentão Maracanã é eterno grupo de risco do Estado!

O estádio da Invasão-1976 não merecia o que fizeram com ele

São Paulo

O pulso ainda pulsa... Alô, povão, agora é fé! Antes de ser avenida de executivos perpendiculares aos "faria-limers", Juscelino Kubitschek presidiu o Brasil. Não mandou eleitores lunáticos invadirem hospital e ficou conhecido pelo plano "50 anos em 5".

Aos 70 anos, o Maracanã tem incontáveis notícias criminosas na imprensa; o histórico estádio não merecia isso
Aos 70 anos, o Maracanã tem incontáveis notícias criminosas na imprensa; o histórico estádio não merecia isso - Marco Antonio Rezende/Prefeitura do Rio

Parafraseando JK, vamos de "70 em 7" e lembremos 7 (tem material para 700) notícias criminosas do setentão Maracanã.

1) Troca de respiradores novos por obsoletos no Maracanã.

2) Enfermeiros dormem no chão do hospital de campanha do Maracanã.

3) Pacientes morrem de Covid-19 por falta de remédio. "Saio do plantão do Maracanã e estou estarrecida de ver pessoas morrendo porque faltam medicamentos... Um campo de guerra e de morte, não de vida", disse funcionária ao RJTV.

4) Moradores de rua mexeram nos sacos com roupas contaminadas deixadas em frente às bilheterias do Maracanã.

5) Respiradores são retirados do hospital de campanha do Maracanã.

6) Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional denuncia que o hospital não tem o filtro que evita a contaminação do ambiente pela Covid-19.

7) Em delação premiada, executivos da Odebrecht admitiram que a empresa pagou cerca de R$ 7,3 milhões em propina para fraudar a licitação para as obras de reforma do Maracanã.

Como sou de humanas, não consigo calcular quantas vidas teriam sido salvas se o poder público (os ex-governadores Moreira Franco, Sérgio Cabral, Pezão, Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho estão ou foram presos) não tivessem metido a mão. Sobraria até para fazer outra reforma "padrão-Fifa"... O estádio que sediou a Invasão-1976 e viu nascer o "Todo-Poderoso Timão" no Mundial de 2000 não merecia isso.

Simone de Beavouir: “O mais escandaloso dos escândalos é que nos habituamos a eles”.

Sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca!

Maracanazo

É inacreditável que um único local, que há sete anos está em obras e reformas, vítima de desmandos, estouros de orçamentos e roubos, tenha como símbolo de sua tragédia o jogo que marcou o primeiro vice-campeonato mundial do nosso futebol. Isso explica muito do que é o Brasil!

Vitor Guedes
Vitor Guedes

43 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.