Caneladas do Vitão: Coelho brinca, Gil faz gol contra, Cássio falha e Timão está no Z-4

São Paulo

Sou caipira pirapora, Nossa Senhora de Aparecida, ilumina a mina escura e funda o trem da minha vida... Alô, povão, agora é fé! Com a (falta de) bola que está jogando, o Corinthians precisaria de muita sorte para finalizar fora da zona da degola.

Ramiro tenta superar o goleiro Fernando Prass no duelo em Fortaleza; Timão joga mal novamente e entra na zona da degola
Ramiro tenta superar o goleiro Fernando Prass no duelo em Fortaleza; Timão joga mal novamente e entra na zona da degola - Rodrigo Coca/Ag Corinthians/Divulgação

Mesmo beneficiado pelas derrotas de Goiás, Bragantino, Coritiba, Bahia e Athletico-PR, o Timão não conseguiu o pontinho para não mergulhar na degola. E o Corinthians, mesmo ganhando o 1 a 0 em um peru de Fernando Prass após recuo de Léo Natel e de jogar mais de meia hora com um homem a mais após o VAR chamar Daronco para expulsar Eduardo, o Timão conseguiu levar a virada por 2 a 1 em um gol contra bizarro de Gil e o segundo após Cássio errar feio após aquela palhaçada de sair jogando na área e depois cometer pênalti, convertido, já no ocaso, por Fernando Sobral. No final no jogo, o goleiro corinthiano ainda foi expulso por reclamar com o juiz e não enfrenta o Athletico-PR em outro confronto direto contra a degola.

Coelho, sabendo que fazia sua despedida, já que Mancini está perto, chutou o balde, resolveu zoar e barrar Jô para usar Luan de falso 9. Ramiro e Ederson ganharam chances também à frente de Gabriel na trinca de volantes. Não tinha como dar certo e não deu!

*

Mesmo ainda sem a presença do CONDENADO em primeira instância na Itália por ESTUPRO Robinho, o Santos fez valer a condição de mandante e, com dois pênaltis convertidos por Marinho, o segundo anotado por interferência do VAR, fez 2 a 1 no Grêmio e desalojou o Palmeiras do G-6. Entre uma penalidade e outro, Diego Souza marcou para os gaúchos.

Matemática e discursos à parte, o santista está ciente que não tem time (mesmo considerando o reforço do condenado por estupro) para ser campeão, e o gremista sabe que tem elenco para não chegar ao final do CovidãoBR ameaçado de degola.

*

Erico Verissimo: “O tempo faz a gente esquecer. Há pessoas que esquecem depressa. Outras apenas fingem que não se lembram mais”.

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar! E zelar, claro, vem de ZL! É tudo nosso! É nóis na banca! E no agora.com.br!

*

O cara da rodada

Keno = Como já virou tradição, Keno brilhou nos embalos de sábado à noite e foi o principal nome do 3 a 0 do Atlético-MG, que manteve o Galo na liderança e o Goiás na lanterna. Palmeirense, será que o dinheiro gasto com 50% de Rony seria mais bem investido em Keno?
Keno = Como já virou tradição, Keno brilhou nos embalos de sábado à noite e foi o principal nome do 3 a 0 do Atlético-MG, que manteve o Galo na liderança e o Goiás na lanterna. Palmeirense, será que o dinheiro gasto com 50% de Rony seria mais bem investido em Keno? - Bruno Cantini/Agência Galo/Atlético

*

Troféus

PINTURA: Marinho 

O atacante, outra vez, foi o nome da vitória santista ao sofrer a segunda penalidade e converter os dois pênaltis marcados para o Peixe no 2 a 1 sobre o Grêmio. Marinho mostrou repertório: na segunda cobrança, chapada seca em um canto, Vanderlei fora da foto no outro; no primeiro, uma cavadinha de quem sabe! Existe golaço em pênalti: tapa no alto, no centro, com a bola atingindo a rede depois do goleiro se estatelar no chão é lindo de se ver!

BEM NA FITA: Lewis Hamilton 

O maior piloto de todos os tempos deu mais um passo para conquistar o heptacampeonato mundial de F-1 ao cruzar em primeiro o GP de Eifel, em Nürburgring. Para a tristeza dos racistas, não vai ter punição suficiente para impedir o título de Hamilton! Foi a 91ª vitória de Hamilton na categoria, igualando, coincidentemente na Alemanha, o recorde de Michael Schumacher. Jesse Owens, certamente, está orgulhoso! #VidasNegrasImportam!

*

Destaques da 15ª rodada

PORCA MISÉRIA

A primeira (e inconteste) derrota para o São Paulo no Allianz Parque somada às vitórias de Atlético-MG, Flamengo, Inter, Santos e Fluminense escancaram que o Palmeiras, apesar de ter um elenco inferior em quantidade e qualidade apenas ao Rubro-Negro, está alijado da disputa pelo Brasileiro de VARtebol. Mesmo considerando o fato de ter acabado com a hegemonia corinthiana no Paulista, Vanderlei Luxemburgo não conseguiu fazer o time jogar a bola que se espera. Resta ao Palmeiras lutar nos mata-matas da Libertadores e da Copa do Brasil. Agora, se quiser mudar o estilo, Tiago’n’Roll Nunes está dando sopa e é fã do Rony...

SELEÇA

Arte Agora

SELELAMA

Arte Agora
Vitor Guedes
Vitor Guedes

43 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.