Caneladas do Vitão: São Paulo joga melhor e bate rival covarde

Tricolor foi bem superior ao medroso Palmeiras para ganhar primeira no Allianz Parque

São Paulo

A gente tem coragem pra vencer, a gente não se cansa de lutar... Alô, povão, agora é fé! Com zagueiro na zaga e volante na cabeça de área, como deve ser sempre, o São Paulo foi muito melhor que o medroso Palmeiras e venceu o segundo tempo e o jogo por 2 a 0.

O empate seria um péssimo negócio para os dois times, mas, claramente, só o Tricolor de Fernando Diniz teve postura de quem pretende continuar a perseguição a Atlético-MG e Flamengo.

Luxemburgo teve menos coragem do que Diniz para buscar a vitória - Sergio Moraes - 7.out.20/Reuters

Da série “o medo de perder tira a vontade de ganhar”, nem os desfalques data Fifa de Weverton, Gabriel Menino e Viña justificam a postura covarde do mandante! E o visitante, apesar da falta de efetividade na primeira metade, mostrou que queria acabar com o tabu.

O Palmeiras voltou igual. O São Paulo transformou a vontade em perigo real. Reinaldo exigiu defesa de Jaílson, Brenner testou por cima, duas grandes chances antes de Reinaldo converter o “pênalti” de Esteves em Igor Vinícius... Só aí, perdendo, Luxa mandou o time ao ataque. Foi tarde! E ainda foi castigado, nos acréscimos, com Vitor Bueno, 2 a 0.

*

O Santos anunciou um CONDENADO por ESTUPRO. Meus sentimentos às torcedoras e aos torcedores santistas que estão envergonhados! E meu eterno desprezo a quem passa pano para CONDENAÇÃO de ESTUPRO!

*

Palpites do Vitão

Enquanto um técnico não chega para compensar o tempo perdido com o “trash metal” de Tiago Nunes, o Timão do interino Coelho vai sofrer na luta contra a degola. Palpites: Ceará 0 x 0 Corinthians, Santos 1 x 0 Grêmio, Fluminense 1 x 0 Bahia, Sport 1 x 0 Botafogo, Atlético-GO 1 x 0 Bragantino e Inter 1 x 0 Athletico-PR.

*

O país presidido pelo vendedor de cloroquina que trata a pandemia por “gripezinha” e mantém um militar que nem sequer sabia o que era SUS à frente da Saúde atingiu, subnotificações à parte, a marca de 150.236 mortos.

Jean-Jacques Rousseau: “A natureza nunca nos engana; somos sempre nós que nos enganamos”.

Sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL! É tudo nosso! É nóis na banca e no agora.com.br!

Vitor Guedes
Vitor Guedes

43 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.