Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: Garotos do Parque atropelam meninos da Vila com facilidade

O pressionado Mancini ganhou com sobras o duelo tático com o perdido Ariel Holan

São Paulo

Eu vim descendo a serra, cheio de euforia para desfilar... Alô, povão, agora é fé! Foi uma teta inesperada! Os garotos do Parque foram muito melhores do que os meninos da Vila, o pressionado Mancini ganhou com sobras o duelo tático com o perdido Ariel Holan e o 2 a 0 (gols de Raul e Piton anotados no primeiro tempo) ficou barato para o irreconhecível Peixe!

Santista Kaio Jorge tenta se livrar da marcação do zagueiro corintiano Jemerson, no clássico da Vila Belmiro
Santista Kaio Jorge tenta se livrar da marcação do zagueiro corintiano Jemerson, no clássico da Vila Belmiro - Rodrigo Corsi/Paulistão

O zagueiro Raul, que abriu o placar, o beque cada vez mais adaptado à lateral, João Victor, Piton e Gabriel Pereira, em sintonia pela esquerda, foram os principais destaques do Corinthians. Antes mesmo do gol inaugural, Raul deu uma arrancada de trás do meio-campo, deixou três comendo poeira e tirou tinta do gol de Vladimir.

Mancini, que teve sua cabeça cobrada na véspera do clássico, continua devendo explicação: por que a formação reserva é a responsável pelos melhores momentos da temporada? Não seria porque deveria ser a titular...

Ariel Holan, mesmo com a formação reserva, sem reforços e com um confronto decisivo já amanhã com o Boca Juniors, não tem explicação para a esdrúxula insistência com o atacante Kaio Jorge na armação. E não tem o menor sentido atuar com três zagueiros para marcar só Cauê e tirar um homem do meio dominado pelo Corinthians. E, mesmo antes de Vladimir aceitar o 2 a 0 do Piton e da expulsão de Wellington Tim, não dá pra entender por que o argentino não corrigiu a marcação que não impediu que durante toda a partida Piton e Gabriel Pereira tivessem uma avenida para desfilar e criar chances sucessivas.

O Corinthians, que não conseguiu vencer nem o lanterna do Paraguai, tem que agradecer a oportunidade dada pelo Santos de acabar com o tabu de não vencer na Vila, que perdurava desde 2014. E a torcida santista, que exibiu o mosaico "109 anos na primeira divisão", deve estar bastante preocupada com o que virá no Brasileiro...

Nelson Rodrigues: "Qualquer um de nós já amou errado, já odiou errado".

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca! No agora.com.br! E no youtube.com/blogdovitao.

Palmeiras
Depois de perder a Recopa Sul-Americana e a Supercopa brasileira, o Palmeiras deu um passo gigantesco para ficar fora do Paulistão já na fase de grupos com a derrota em casa para o Mirassol. Destaque negativo para Gabriel Menino: não é todo dia que um batedor telegrafa o pênalti a ponto de Muralha acertar o canto e agarrar!

De Bruyne
Se o capitão Fernandinho mereceu levantar o troféu como coadjuvante e Guardiola é o melhor diretor, De Bruyne foi o cara do Manchester City na conquista da Liga da Copa Inglesa. A ótima temporada do belga poderá, enfim, ser coroada com a estatueta de melhor do mundo. Mbappé (PSG) é o maior concorrente.

Vitor Guedes
Vitor Guedes

44 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.