Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: São Paulo passa vergonha no Piauí e precisa corrigir a rota

O histórico vexame na derrota para o 4 de Julho ficará para a posteridade

São Paulo

Acorda, amor, não é mais pesadelo nada, tem gente já no vão da escada, fazendo confusão, que aflição, são os homens, e eu aqui parado de pijama, eu não gosto de passar vexame... Alô, povão, agora é fé! O histórico vexame do São Paulo na derrota por 3 a 2 para o 4 de Julho ficará para a posteridade, mas é óbvio que, no Morumbi, o Tricolor vai devolver com juros e avançar. Dito isso, cornetemos.

Tão elogiada, inclusive aqui, pelas contratações de Benítez e Miranda, a diretoria tricolor errou feio (e era previsível) com o supervalorizado Orejuela e com o inexplicável William.

A diretoria são-paulina falhou feio na contratação do lateral colombiano Orejuela, que falhou em dois gols do 4 de Julho
A diretoria são-paulina falhou feio na contratação do lateral colombiano Orejuela, que falhou em dois gols do 4 de Julho - Ernesto Ryan - 12.mai.21/AFP

​Hernanes é um símbolo tricolor, merece ser idolatrado e reverenciado ad aeternum, mas não dá mais para ser usado em jogos valendo três pontos nem contra adversários da quarta divisão. Os são-paulinos da nova geração, que não viram o meia ora decidir títulos, ora evitar o rebaixamento do clube, não podem ficar com a imagem atual do veterano.

Tiago Volpi, o primeiro goleiro a se firmar no pós-Rogério Ceni, precisa de um reserva para anteontem: Lucas Perri ainda não está pronto para substituí-lo. Um dia estará?

O que é Vitor Bueno???

Da série "a banca paga, a banca recebe", ganhar o Paulistão foi ótimo, Crespo e diretoria estão fazendo um bom trabalho, mas ou eles corrigem alguns erros ou a alegria ficará restrita ao título estadual. É mais do que o nada dos últimos anos, mas dá para ir além.

Parabéns, jornalista Daniela Lima: ser ofendida pelo acéfalo apologista da tortura, da ditadura, da cloroquina, que preside o desgoverno genocida abrindo mão de vacinas e mostrando caixa de remédio ineficiente para uma ema, é um troféu para se orgulhar. E lamento que a CNN Brasil, localizada na Paulista, não notou, embaixo de sua janela, a manifestação de milhares de pessoas clamando pelo impeachment de Bolsonaro.

Gabriel García Márquez: "Não se é de parte nenhuma enquanto não se tem um morto debaixo da terra".

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar! E zelar, claro, vem de ZL! É tudo nosso! É nóis na banca! No agora.com.br! E no youtube.com/blogdovitao!

Copa do Brasil
Adversário de Série B, o CRB é, tecnicamente, muito superior a Cianorte e 4 de Julho, mas, ainda sim, é bem inferior ao Palmeiras. E, justiça seja feita, Abel Chilique Ferreira não costuma tropeçar em adversários modestos. Palpites: CRB 0 x 2 Palmeiras, Avaí 0 x 1 Athletico-PR, Vitória 0 x 1 Inter e Cruzeiro 1 x 0 Juazeirense.

Mata-mata
Técnico e atletas da selecloroquina da CBF mantiveram o silêncio covarde para não se posicionarem sobre o país (que registrou 467.702 MORTES da "gripezinha") sediar a Cova América, atendendo o desejo mórbido do desgoverno genocida e da própria CBF. Palpites das eliminatórias: Uruguai 1 x 0 Paraguai e Argentina 2 x 0 Chile.

Vitor Guedes
Vitor Guedes

44 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.